Professora Cria Startup Premiada de Redação Inteligente

#Startup

cris miura.fw.pngCris Miura

Empreendedora e Professora
@pontu.e
www.pontue.com.br

Cris Miura, fundadora da Pontue, inovou e buscou solução para as dificuldades dos estudantes nos processos seletivos

nota da redação costuma desempatar candidatos no vestibular e definir quem passa ou não para determinado curso. Em Medicina, por exemplo, a média nessa prova pode corresponder até a um terço do resultado final. No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), apesar de a prova ter o mesmo peso das outras quatro áreas de conhecimentos avaliadas – ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e códigos e matemáticas – ela é a área com maior dificuldade para os alunos.

“Todos os anos, mais de sete milhões de jovens fazem a prova do Enem e, infelizmente, mais da metade não consegue atingir 500 pontos na redação, que vai de 0 a 1.000. Logo, percebi que precisava fazer algo para mudar esse cenário”, afirma Cristiane Miura, fundadora da Pontue. A empresa é uma plataforma inteligente de ensino de redação e é uma das participantes do quinto ciclo do Sevna – programa de aceleração de startups, com sede no Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto (SP). Premiada, a Pontue também foi vencedora do Startup Weekend Education, em 2015, e do Founder Institute, em 2017, o maior programa global de aceleração de startups.

Da escola tradicional de
Redação ao Mundo Digital

Cris Miura possui Licenciatura em Letras pela Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp), é especialista em Linguística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e tem especialização em Tecnologia aplicada à Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Se sua formação acadêmica é vasta, sua experiência na área também. Ela é professora há mais de 10 anos, foi autora e revisora de material didático para o ensino fundamental e ensino médio e foi sócia-fundadora do AKD Educacional, uma empresa na área de comunicação escrita.

“Tive uma escola tradicional de redação, com aulas presenciais. Porém, com a plataforma on-line, ultrapassamos os limites geográficos, com a possibilidade de escalar e atingir alunos do país inteiro, já que há um mercado em potencial de mais de 15 milhões de jovens que prestam algum vestibular, todos os anos, em universidades públicas ou privadas, afirma.

Cris acredita que para ser um empreendedor e conseguir inovar em qualquer área de atuação é preciso ter proatividade, “puxar” a responsabilidade para si e conhecer os riscos do negócio e o mercado. “No caso das startups, é fundamental procurar um ambiente de inovação próximo a você. Para mim, foi o Supera Parque”, destaca.

Como o Aplicativo Funciona

Para se inscrever na Pontue, o aluno precisa acessar o site www.pontue.com.br e fazer o cadastro. Depois, o vestibulando faz o download do aplicativo na App Store ou Play Store e, a partir daí, passa a ter uma rotina de estudos. Às segundas-feiras, ele recebe o tema da semana e escreve a redação, manualmente. Em seguida, tem até o domingo para enviar o texto, por meio de uma foto, via app. Na quarta-feira seguinte, o estudante recebe a correção gravada, em vídeo, com a avaliação, as explicações e as soluções para os problemas textuais.

“Os temas são autorais, sempre pensados de acordo com os fatos da atualidade. Assim, aumentamos as chances dos alunos, deixando-os mais preparados para o dia da prova, visto que os vestibulares sempre cobram temas recentes referentes às questões sociais, políticas e culturais do nosso país”, explica Cris.

O vestibulando ainda tem acesso a uma seção chamada “Qual é o seu ponto?”, por meio da qual recebe links de textos, vídeos, podcasts e outras sugestões de leituras para aumentar o seu repertório sociocultural e saber como se posicionar em relação a qualquer tema na hora da prova.

As videoaulas são divididas em quatro categorias: redação básica, avançada, Enem e vestibulares das universidades estaduais paulistas. “O diferencial das nossas aulas está no modo prático: todas as técnicas apresentadas são exemplificadas, para que o aluno não só entenda o conceito, mas, principalmente, saiba como aplicá-lo”, afirma a professora.O aplicativo oferece três planos mensais e não há fidelidade.

Estrutura

Logo depois do lançamento oficial, em fevereiro de 2018, a Pontue alcançou mais de 1.000 usuários que acessaram o curso gratuito oferecido pela plataforma. Atualmente, a startup possui 100 clientes cadastrados nos planos mensais. “Nosso objetivo é aumentar esse número para 500 até o final do ano”, conta Cris. Para atender a demanda, a fundadora possui uma equipe de 20 corretores profissionais credenciados. “São todos formados em Letras, certificados pela nossa plataforma e com experiência na área”, diz.

Ela ainda afirma que está sempre recebendo currículo, já que precisará aumentar o quadro de colaboradores conforme a empresa for crescendo. Em outubro, por exemplo, a Pontue lançará um curso intensivo para o Enem, que tem as provas marcadas para os dias 4 e 11 de novembro. A metodologia será inteiramente voltada para o exame, incluindo videoaulas, material digital, repertório sociocultural e assessoria semanal.

Por Mariana Pacheco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anúncios