fbpx

Arquitetura e Psicologia se unem para Encantar o Cliente

Mateus José Majó Arquitetura e Psicologia se unem para encantar cliente

Arquiteto especializado em design de interiores, Mateus José usa psicologia ambiental para criar projetos arrojados e funcionais

Pode até parecer que não, mas os conceitos de psicologia e arquitetura têm tudo a ver um com o outro. Movido por realizar projetos que arranquem “lágrimas de felicidade” dos clientes, Mateus José Passaglia, 31 anos, utiliza todos os conhecimentos aprendidos em 13 anos de formação acadêmica e experiência profissional para identificar as reais necessidades dos clientes e promover soluções para cada uma delas no âmbito do design de interiores.

Entre as disciplinas estudadas que mais o encantou está a Psicologia Ambiental, que analisa como o indivíduo avalia e percebe o espaço que habita ou trabalha e, ao mesmo tempo, como ele é influenciado por esse ambiente. Segundo o arquiteto, cores, luzes, estampas, aromas, altu-ras, texturas, formas, temperatura, vazios, distâncias relativas e outros elementos são capazes, se bem aplicados, de transformar vidas.
“A eficiência de um espaço pode resultar no bem-estar ou mal-estar do indivíduo que ali vive ou trabalha. Um bom projeto que analisa todas essas características, preocupando-se com o que o cliente precisa, pode curar até uma depressão e promover a autoestima”, ressalta.

Formação e Experiência Profissional

Natural de Jardinópolis (SP), Mateus José veio para Ribeirão Preto (SP), em 2005, para cursar Arquitetura e Urbanismo no Centro Universitário Moura Lacerda. Depois, concluiu o Master of Business Administration (MBA) em Design de Interiores pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG).

Possui trabalhos desenvolvidos na área acadêmica, com artigos científicos apresentados e publicados que tratam da revitalização e restauração de patrimônio histórico na cidade de Ribeirão Preto. Sua experiência profissional passa por prefeituras, arquitetura bancária, produção de eventos e, principalmente, por lojas de mobiliário, onde atuou como arquiteto consultor.

Há cinco anos, fundou a Majó Arquitetura de Interiores, onde cria projetos personalizados com o objetivo de ofe-recer qualidade e conforto para todos, por meio de soluções rápidas, práticas e econômicas. A marca também desenvolve projetos completos e possui destaque quando o assunto é reforma. Para atender toda a demanda, Mateus José conta com o arquiteto associado Mario Vitor, especialista em gestão de projetos e administrador das obras, e dois estagiários.

“Acredito que o trabalho do arquiteto é uma obra de arte. Cada projeto possui uma essência e personalidade próprias. Para isso, busco inspiração em minhas leituras, viagens, cursos, vivências em obra e, também, na arquitetura contemporânea. Para mim, um bom projeto é aquele que planeja e arranja os espaços, alinhando-os à estética, ao conforto e à funcionalidade, preservando a história, a cultura e todos os costumes do cliente”, afirma.

Arquitetura Acessível

Um dos produtos de maior sucesso oferecidos pela Majó é o Vapt Vupt. Ele consiste em planos de consultoria para produzir e decorar rapidamente os espaços com qualidade e um custo acessível.

“Criei esse serviço pensando no cliente que, no momento, não pode contratar um pacote completo de arquitetura de interiores, mas quer mudar a cara do ambiente em que vive ou do lugar onde trabalha. Para isso, fazemos uma consultoria em decoração, na qual analisamos e identificamos os problemas do espaço e sugerimos soluções. A ideia é ser um produto rápido, eficaz e que caiba em qualquer orçamento”, explica.
Para quem vai se casar, a empresa presta um atendimento personalizado por meio do Casa Noivos, um serviço que possibilita a indicação de projetos dos ambientes da casa na lista de presentes para o casamento. Outra novidade é o projeto Obra de Fidelidade, que tem como objetivo fidelizar à Majó fornecedores e lojistas de acordo com a boa prestação de serviços que oferecem aos clientes, proporcionando mais segurança e produtividade nas obras.

A empresa também não abre mão dos serviços completos, com todos os detalhamentos, tecnologias disponíveis e desenhos de realidade virtual. “Especializar e segmentar dentro da área de interiores foi a maneira que nós encontramos para estar ainda mais próximos de nossos clientes e servir aos sonhos deles”, completa Mateus José.

Para o arquiteto, o maior desafio da profissão é, ao mesmo tempo, aquilo que mais traz satisfação. “Sempre que iniciamos um atendimento, procuro entender a pessoa por completo e sentir quais são as suas dificuldades e os seus sonhos. Para isso, exercer a empatia é fundamental, além de aplicar as ferramentas da psicologia do ambiente. Mas todo o trabalho vale a pena quando vemos a felicidade do cliente quando entregamos o projeto”, diz.

Para os futuros profissionais da área, Mateus José dá uma dica. “Não dá para andar desatento. O arquiteto tem que ser observador, enxergar inspiração e valor no cotidiano simples. Acredito que só assim é possível desenvolver um estilo próprio que proporcione conforto, bem-estar e qualidade de vida para as outras pessoas”.

Acompanhe aqui mais histórias de empreendedores da construção civil.

Por Mariana Pacheco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.