Dica da EMPREENDE: Documentário “Absorvendo o Tabu” apresenta um projeto empreendedor

class="wp-image-4057"
Foto arquivo

Filme gravado na Índia também expõe que falar de menstruação ainda é um desafio em diversos lugares

Um documentário chamou atenção do mundo e levou a sonhada estatueta na 91ª cerimônia do Oscar na categoria documentário curta-metragem. Period. End of Sentence ou Absorvendo o Tabu , tem direção de Rayka Zehtabchi , uma cineasta iraniana-americana, que levou para o projeto um tema pouco discutido na Índia, a menstruação. Com personagens marcantes, ela traz a história de mulheres que vivem no norte do país em um vilarejo, no qual, muitas não sabiam o que era um absorvente.

Logo no início do filme nos deparamos com a informação de que menos de 10% da Índia usam absorventes higiênicos. Também é possível perceber o nítido constrangimento ao serem questionadas sobre o assunto. Entre risos e cabeças baixas o tema ainda é um tabu. O documentário traz relatos marcantes de quem vive essa realidade, onde muitas pararam de frequentar a escola por precisarem ir longe demais para se trocar. Outro ponto discutido é a importância da higiene e uma declaração chama atenção. “As meninas veem que estão sangrando e usam qualquer pano que conseguem achar. Imagine o quão perigoso e prejudicial é isso”.

Mas uma ideia chegou para mudar o cenário. Uma máquina de fazer absorventes foi instalada no vilarejo. Um grupo de mulheres aprendeu o processo de confeccionar o produto e mesmo com dificuldades, como os cortes de energia, elas se organizaram em cronogramas, horários e criaram uma pequena fábrica.

A propaganda é feita por meio de comparações de qualidade e preço, demonstrações para grupos e a venda é feita de porta em porta.

A instalação da máquina de baixo custo, que foi criada por um homem chamado Arunachalam Muruganantham, além de facilitar o acesso aos absorventes, também se torna um negócio rentável para as mulheres do local, oferece o primeiro emprego de muitas e ajuda na conquista da independência financeira. E tudo isso foi possível através do The Pad Project , uma organização sem fins-lucrativos, localizada na Califórnia, responsável pela máquina e pela produção do documentário, que tem como objetivo conscientizar e levar essa ideia para outros lugares.

Absorvendo o Tabu tem 26 minutos de duração e está disponível na Netflix.

Por Mari Nabor

Anúncios