fbpx

Só o Conhecimento nos Permite Melhores Escolhas

NOME DA PESSOA NA FOTO
Deborah Dorascienzi e Thiago Luzzi – Foto Rafael Cautella

“É um direito da pessoa saber como funcionam as coisas na sociedade onde ela está inserida.”

A partir do momento em que Thiago e eu resolvemos empreender, estamos sempre buscando conhecimento para então fazermos escolhas melhores. O livro “Casais inteligentes enriquecem juntos” do Gustavo Cerbasi, foi um divisor de águas para gente. Nós aprendemos muito com esse livro e, ao contrário de muitos casais, em momentos difíceis, não brigamos por falta de dinheiro, costumamos sentar e conversar até encontrarmos boas soluções. Entendemos que a dificuldade financeira vai acontecer em algum momento da vida do empreendedor, afinal por mais conhecimento que possamos ter, nunca teremos todo conhecimento possível e, dessa maneira, não vamos acertar em todas nossas escolhas. Mas com inteligência financeira é possível passar por crises e conseguir prosperar.

Como diz o mestre Gustavo Cerbasi, “enriquecer é uma questão de escolha”. Nesta edição, você vai aprender com ele a enfrentar os números das suas finanças e verá que é possível enriquecer ao saber mais sobre inteligência financeira.

Excesso de Informação

Em toda história da humanidade, nossa realidade atual é, de longe, aquela em que mais temos abundância de informação. Em meio a tantos e-mails, compromissos e atividades (relevantes ou não), nossa criatividade é reduzida e cada vez mais o processo de tomada de decisões é prejudicado. Por esta razão, é fundamental saber controlar sua mente e organizar seus pensamentos. O autocontrole nos torna mais produtivos e menos estressados.

Devido a importância desse tema, preparamos para esta edição uma matéria sobre o excesso de informação x produtividade, onde você poderá aprender com outros profissionais a como ser mais eficiente sem extrapolar os limites do seu corpo, além de tornar sua rotina mais leve e organizada.

Programe ou será Programado

Para os leigos, a linguagem de programação é a coadjuvante da era da informação. Para nós, que somos engenheiros da computação, ela é a protagonista. Quem também acredita nisso é a Camila Achutti, cientista da computação e entrevistada desta edição. “A programação é um meio e não um fim. É preciso ensinar as pessoas a serem ativas dentro do contexto de uma sociedade da informação. É um direito da pessoa saber como funcionam as coisas na sociedade onde ela está inserida. Sem este conhecimento, as pessoas não entendem muito bem as decisões que estão tomando, tornando-se analfabetas digitais”, avalia.

Conforme prometemos, neste ano vamos te surpreender, te capacitar e te encorajar a sair da inércia. E estamos cumprindo, afinal, esta edição está incrível!!!

Por Déborah Dorascienzi e Thiago Luzzi