Com vendas em Alta no setor, Agrishow chega com Boa Expectativa

Agrishow 2018 – vista aérea

Comercialização de máquinas e implementos agrícolas deve alcançar crescimento de 10,9% em 2019. Presidente da feira fala dos desafios em realizar o evento

Maior feira de tecnologia agrícola do Brasil e uma das maiores do mundo, a Agrishow 2019 já está em contagem regressiva. O evento será realizado entre os dias 29 de abril e 3 de maio, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

A feira reúne, anualmente, soluções para todos os tipos de culturas e tamanhos de propriedades, além de ser reconhecida como palco dos lançamentos das principais tendências para o agronegócio.

Para esta edição do evento, realizado há 25 anos, a expectativa é alta, uma vez que a comercialização de máquinas e implementos agrícolas deve alcançar um crescimento de 10,9% em 2019, segundo um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Essa tendência de um novo aumento nas vendas do segmento retrata a pujança do agronegócio brasileiro e a boa capitalização dos produtores rurais e agricultores. “Temos uma expectativa muito boa para a economia do campo. Temos o plano safra, que se inicia em 1º de julho, com os recursos já no fi m e os diálogos iniciados com a ministra Tereza Cristina (Agricultura) para sua suplementação e também para já construirmos o próximo plano safra”, avalia o presidente da Agrishow 2019, Francisco Matturro (leia entrevista ao lado).

Neste cenário otimista, a 26ª edição da Agrishow deve contar com a participação de mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais e reunir mais de 150 mil visitantes qualificados, do Brasil e de outros 70 países, em 520 mil metros quadrados de área. No ano passado, a feira gerou um volume de negócios da ordem de R$ 2,7 bilhões.

Foto Francisco Matturro

Desafios Existem para serem Superados

A revista Abeeon Empreende conversou com o presidente da Agrishow 2019, Francisco Matturro, sobre como é organizar a maior feira de tecnologia agrícola do Brasil. Confira:

Empreende – Quais os principais desafios em organizar uma feira desse porte?

Francisco Matturro – Os desafios são gigantes, mas a equipe por trás da feira também é grande. São cinco mil pessoas envolvidas na montagem e desmontagem do evento. Outras cinco mil pessoas entram em ação nos dias de realização. Ao longo dos anos, a feira foi ganhando corpo e infraestrutura, e os desafios são inúmeros. Mas não há desafio algum que não possa ser superado. São cinco dias de Agrishow e o trabalho para ela acontecer não para um dia sequer. Termina uma feira e já temos todo o planejamento definido para ela acontecer no próximo ano.

Empreende – Por outro lado, quais as principais motivações para a Agrishow acontecer?

Francisco Matturro – O principal é o conceito básico que acompanha a feira desde quando ela nasceu. Desde o seu início, não queríamos mais o que havia no passado, com cantor sertanejo, circo, parque de diversões. Queríamos uma feira realmente de negócios, que funcionasse de segunda a sexta, em horário de expediente. Outro fator que nos motiva é a localização espetacular da feira, uma área praticamente no centro do Estado de São Paulo, uma região com grandes rodovias, aeroporto, acesso facilitado, em uma cidade com 700 mil habitantes e um entorno com várias opções de hospedagem.

Empreende – Quais os principais conselhos que o senhor poderia dar aos empreendedores rurais?

Francisco Matturro – Seria muita pretensão minha aconselhar grandes agricultores, cada vez mais profissionais e preparados, bem como os pequenos, que têm nas grandes cooperativas a oportunidade de suprir aquilo que eles, por uma razão ou outra, não são capazes de fazer, mas se há um conselho que serve para todos é este: Busquem melhorar seus processos de gestão, tratem o campo como um negócio que ele realmente é e, principalmente, fiquem atentos e atualizados às questões ligadas à conectividade. Este é hoje o principal ponto que vai definir as despesas e as receitas do seu negócio. (Entrevista a Angelo Davanço).

Arena de Inovação

Nesta edição, a Agrishow fortalecerá o espaço destinado às startups, chamada de Arena de Inovação. Serão dez startups ligadas ao agronegócio e voltadas à conectividade no campo, que apresentarão soluções inovadoras e importantes para o segmento. “Isso é fundamental, pois no Brasil é realidade a conectividade embarcada em equipamentos como tratores, colheitadeiras e pulverizadores. As startups são fundamentais na criação de aplicações que facilitem essa comunicação e agreguem valor aos equipamentos, ao processo e ao próprio negócio”, diz Matturro.

Outras atrações do evento serão a Arena de Demonstrações de Campo, com uma nova área de plantio e tratos culturais de hortifrúti, coordenada pela Coopercitrus, além da demonstração de outras tecnologias; a Arena de Conhecimento, palco de apresentações de novas tecnologias, conhecimento e tendências, com conteúdo relevante para o dia a dia e para os negócios dos profissionais do campo e a Arena do Produtor Artesanal, que vai reunir a cadeia de produção de alguns segmentos, ressaltando o valor agregado do produto final.

A Agrishow 2019 é uma iniciativa das principais entidades do agronegócio no País: Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) e Sociedade Rural Brasileira (SRB), e é organizada pela Informa Exhibitions, integrante do Grupo Informa.


Da Redação