Jóia Bergamo e o seu Poder de Transformação

Descubra o estilo marcante da designer de interiores que está à frente de projetos icônicos e desafiadores na cidade de São Paulo

Jóa Bergamo – foto divulgação

Dona de um estilo contemporâneo único, a designer de interiores Jóia Bergamo comanda o escritório de Arquitetura e Design de Interiores, em São Paulo, que leva o seu nome há quase 30 anos. A designer é persona ativa em eventos e planos arquitetônicos de grande valia para os espaços públicos e grandes empreendimentos da capital, além de participar, por mais de 18 anos, com trabalhos consistentes e inovadores na maior mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas, a CASACOR-SP.

Sob forte influência de seus pais, proprietários da Marcenaria Bergamo, a mineira natural de São Sebastião do Paraíso, e residente da capital paulista, passou a infância brincando de decorar com os objetos pertencentes ao empreendimento da família. “Nos finais de semana, minha diversão era juntar as peças, levar tudo para um outro canto e arrumar do meu jeito. Eu brincava de decoradora e às segundas-feiras, eles ficavam loucos para encontrar as coisas”, diverte-se ao lembrar dessa época, que foi fundamental para sua formação profissional.

Brincadeiras de criança à parte, Jóia teve como primeira formação acadêmica a pedagogia, mas, em pouco tempo, descobriu que sua aptidão e bom gosto para decoração poderiam se transformar em um negócio de sucesso. “Comecei decorando as minhas casas e as pessoas ficavam encantadas. Aos poucos, comecei a projetar para amigos mais próximos, até montar meu primeiro escritório com duas amigas – o Atelier 3, que durou 15 anos. Depois apostei na carreira solo”, lembra. A profissional fez dois cursos importantíssimos para dar suporte a sua vocação: EAD (design de interiores) e também na escola Panamericana.

Imagem divulgação

“Sempre pesquiso a fundo os anseios, necessidades e desejos dos meus clientes. Somente a partir desse momento intenso é que começo a desenvolver meu projeto”

Toque da Jóia

Admiradora da escola artística alemã Bauhaus, a designer aposta em elementos modernos em seus projetos, como linhas simples, paleta de cores suaves e sóbrias, fora funcionalidade que, segundo ela, é fator primordial em seus projetos, principalmente para seus clientes brasileiros.

“Conforto e viver. Aquela vontade de chegar em casa e querer ficar. Cada vez mais, as pessoas trazem a vida social para dentro de cada, recebendo amigos”, salienta que esse “dolce far niente”, ou seja, a delícia de fazer nada, é um estilo de vida crescente.

Para atender esse estilo, a profissional procura ouvir, com atenção, seus clientes e saber exatamente como eles pretendem aproveitar cada cômodo da residência ou local de trabalho.

“Sempre pesquiso a fundo os anseios, necessidades e desejos dos meus clientes. Somente a partir desse momento intenso é que começo a desenvolver meu projeto. Acredito que isso seja fundamental e um dos pilares que sustentam tantos anos de trabalho. E para fechar, amar o que você faz. Quando amamos o que fazemos tudo flui naturalmente e de forma harmônica”, acredita.

Por Camila Rodrigues

Anúncios