Airbus retoma parcialmente a produção na França e na Espanha e apoia esforços globais no Combate à Pandemia do COVID-19

NOME DA FOTO?
imagem pixabay

A Airbus anunciou a retomada parcial dos trabalhos de produção e montagem na França e na Espanha nesta segunda-feira (23), após verificações de saúde e segurança e implementações de medidas rigorosas. Além disso, a companhia apoia globalmente os esforços para enfrentar a crise do COVID-19.

A Airbus realizou um extenso trabalho em coordenação com seus parceiros sociais para assegurar a saúde e a segurança de seus funcionários, garantindo a continuidade dos negócios. A implementação dessas medidas exigiu uma pausa temporária nas atividades de produção e montagem nos instalações da França e da Espanha por um período de quatro dias. Os postos de trabalho somente serão reabertos caso cumpram as novas medidas de saúde e segurança em termos de higiene, limpeza e auto distanciamento, melhorando a eficiência das operações sob novas condições de trabalho.

As mesmas medidas estão sendo implementadas em todas as outras instalações da companhia, sem que haja uma interrupção total em seu funcionamento.

Para outras atividades não relacionadas à produção, a Airbus continua apoiando o trabalho em casa sempre que possível. Solicitaremos, porém, o retorno de alguns funcionários para apoiar a continuidade dos negócios após a implementação dessas novas medidas. Em fevereiro, a linha de montagem da Airbus em Tianjin, na China, reabriu após uma interrupção temporária da produção ligada ao surto de coronavírus, e agora já opera com eficiência.

A Airbus está dando todo o suporte para aqueles que atuam nos serviços públicos de saúde e emergência, que dependem de suas aeronaves, helicópteros, satélites e serviços para realizarem suas missões. Além disso, nos últimos dias, a companhia doou milhares de máscaras para hospitais e serviços públicos em toda a Europa e começou a usar suas aeronaves de testes para obter maiores quantidades de suprimentos com seus fornecedores na China. Um primeiro voo com uma aeronave A330-800 de testes transportou neste fim de semana aproximadamente 2 milhões de máscaras de Tianjin para a Europa, a maioria das quais será doada às autoridades espanholas e francesas. Estão previstos, ainda, mais voos nos próximos dias.

“A saúde e a segurança são nossa prioridade número um. Portanto, as estações de trabalho em nossas instalações na França e na Espanha só serão reabertas se cumprirem os padrões exigidos. Gostaria de parabenizar o forte compromisso de nossos funcionários para garantir a continuidade dos negócios em estreita cooperação com nossos parceiros sociais e outras partes interessadas. Enquanto isso, estamos fazendo todo o possível para apoiar a equipe da linha de frente para combater o coronavírus e limitar sua propagação. Tentamos viver de acordo com nossos valores, nos sentindo apequenados pela complexidade da situação, e estamos contribuindo o máximo possível para a sociedade nesses tempos muito difíceis”, disse o CEO da Airbus, Guillaume Faury.

A Airbus está comprometida em garantir a saúde e a segurança de seu pessoal, mantendo a capacidade de entrega de seus produtos e serviços a seus clientes.

Sobre a Airbus

A Airbus é líder global em aeronáutica, espacial e serviços relacionados. Em 2019, gerou receitas de € 70 bilhões e empregou cerca de 135.000 profissionais. A empresa oferece a gama mais abrangente de aviões de passageiros e é um líder europeia no fornecimento de aeronaves-tanque, de combate, transporte e missões, bem como uma das principais empresas espaciais do mundo. No segmento de helicópteros, a Airbus fornece as soluções civis e militares mais eficientes do mundo.

Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido
Por Airbus | JeffreyGroup Brasil
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br