fbpx

Startups podem ser a chave para a transformação digital em grandes empresas

Para atender às novas exigências do mercado e ganhar vantagem competitiva, muitas empresas têm se movimentado em busca de soluções que tragam mais eficiência e agilidade aos seus negócios. Segundo a Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), até 2021 a transformação digital deve movimentar cerca de R$ 250 bilhões.

Diante deste cenário, corporações de diversos setores têm apostado em soluções e inovações por meio de parcerias com startups, uma vez que elas oferecem ferramentas tecnológicas para o mercado e são conhecidas por atuar de forma enxuta, ágil em prol da resolução de problemas. Conheça algumas delas!

GaussFleet, a maior plataforma de gestão de máquinas móveis para mineradoras e siderúrgicas, é um dos exemplos de startups que têm ajudado grandes corporações. De forma inovadora, a startup tem como missão tornar a indústria de base brasileira mais competitiva por meio da tecnologia e algoritmos próprios, de forma desburocratizada. Dentre as grandes empresas parceiras podemos citar a Ternium, Grupo Manserv e a MRS – Mineração Rio do Norte que por meio da tecnologia da GaussFleet, conseguiram atingir economias consideráveis nos contratos com os operadores logísticos, gerando milhões ao ano em economia para suas operações.

More Than Real, startup brasileira referência global no desenvolvimento de experiências e soluções de realidade aumentada e visão computacional. Recentemente a empresa lançou uma plataforma batizada de “augmented sales” que se integra a diferentes canais de venda e proporciona redução do atrito na jornada do consumidor, consequentemente melhorando a performance das vendas. A empresa faz parte da fundação XRBR, associação de empresas que representa o segmento de extended reality (AR, VR e MR) no Brasil, tendo como principais cases e clientes Claro, Facebook, Instagram, Nespresso, KitKat, Tetrapak, Samsung, Spotify (Brasil e Latam), Mentos, Mastercard (EUA), Coca-Cola (Brasil e Europa), AB InBev, Nestlé, Grupo Boticário, entre outros.

Melhorar o atendimento dos consumidores é obrigatório para toda e qualquer empresa. Principalmente quando falamos do novo perfil do consumidor que está muito mais cauteloso, atento, exigente e empoderado. Dessa maneira, as marcas precisam estar cada vez mais preparadas para atender essas pessoas, que vão procurar por marcas que tenham um propósito e que se comuniquem bem com o seu público-alvo. E, para que isso seja feito com maestria, o uso de ferramentas que conseguem coletar e analisar os dados para oferecer ofertas e ações personalizadas é essencial. Esse é o objetivo da startup Propz que atende grandes redes varejistas e instituições financeiras, como Bradesco, RaiaDrogasil, Carrefour, Ipiranga, dentre outros.

A Vianuvem, primeira startup com software BPM que não utiliza códigos para programação de processos, também é uma opção para as grandes empresas que buscam automatizar processos internos. Sua plataforma permite que as corporações usuárias otimizem a comunicação entre os departamentos, além de garantir maior controle de processos, oferecendo segurança nas aprovações de pagamentos, facilidade na consulta e localização de documentos, monitoramento de resultados e visibilidade no fluxo de atividades.

O que as grandes empresas buscam quando vão atrás das startups é mais agilidade nos processos para gerar resultados qualificados. Isso porque, o diferencial dessas organizações agora está na capacidade de entender o contexto em que está inserida e se adaptar às novas exigências do mercado. E, é exatamente com esse intuito que a Sambatech, startup que tem como propósito levar o conhecimento a todos os cantos do país, abriu uma nova unidade de negócios, a Samba Digital. Ela promoverá mudanças culturais dentro das corporações, adaptará o modelo de negócios e entregará produtos customizados ao cuidar de ponta a ponta das necessidades do cliente desde a identificação do problema até a implementação de tecnologias.

Outro desafio em relação a grandes companhias é a gestão de documentos devido a grande quantidade de dados que são gerados. Por isso, é importante utilizar sistemas automatizados que realizem busca, pré-análise e gestão de documentos, como é o caso da Docket, que trabalha com clientes de mais de 20 segmentos, entre eles serviços financeiros, shoppings, construção, agronegócio, indústrias, redes de supermercados, energia e telecom, como por exemplo, Cyrela, Banco Cargill e brMalls.


Você também vai gostar de ler: Paulistano Veio para Ribeirão Estudar e Acabou Criando Startup que Inovou a Gestão da Saúde

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Piar Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br