fbpx

CGI.br abre chamada e convida comunidade a enviar propostas de workshops para o 11º Fórum da Internet no Brasil

Selecionados irão compor a programação do evento previsto para julho. Sugestões serão recebidas até 26 de fevereiro

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) apresenta o formulário de submissão de propostas de workshops para o 11º Fórum da Internet no Brasil (FIB11), oPré-IGF Brasileiro 2021, que acontece entre os dias 26 e 30 de julho. O material pode ser enviado para avaliação até 23h59 de 26 de fevereiro. A lista com as selecionadas será divulgada em 31 de maio, no sítio do evento.

Em razão da pandemia Covid-19, ainda não foi definido se a edição deste ano acontecerá no formato presencial ou on-line, como em 2020. A decisão será tomada até 23 de abril e, caso seja confirmada a opção presencial, o Fórum ocorrerá na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

Realizado pelo CGI.br desde 2011, o FIB é uma atividade preparatória para o Fórum de Governança da Internet (IGF), promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). A ideia é incentivar debates sobre questões relevantes para a consolidação e expansão de uma Internet cada vez mais universal, inovadora e diversa no Brasil.

Assim como o CGI.br, o FIB tem a característica multissetorial. Dessa forma, a programação do evento é composta majoritariamente por atividades sugeridas pela comunidade brasileira envolvida no debate de governança da Internet. “É fundamental reunir essas diferentes vozes, principalmente nesse contexto de pandemia em que o uso da Internet se tornou mais intenso, necessário e desafiador. Temos muitas lições a compartilhar e desafios a enfrentar”, enfatiza Tanara Lauschner, coordenadora do Grupo de Trabalho Fórum da Internet no Brasil.

Submissão e avaliação

Para enviar propostas de workshops, os candidatos (pessoa física, que pode ou não representar uma organização) devem utilizar o formulário do evento, disponível em https://forumdainternet.cgi.br/ .

Elas serão encaminhadas a uma Comissão de Avaliação Multissetorial externa, composta por representantes da comunidade científica e tecnológica, do terceiro setor, de integrantes dos setores empresarial e representante de governo. A análise será baseada em quatro critérios: relevância do tema para a governança da Internet no Brasil; qualidade e consistência do material; diversidade e adequação ao formato proposto. O processo é anônimo (cego): os avaliadores não terão acesso às informações que identifiquem os autores de cada proposição.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br (https://www.nic.br/) é uma entidade civil, de direito privado e sem fins de lucro, que além de implementar as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil, tem entre suas atribuições: coordenar o registro de nomes de domínio – Registro.br (https://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil – CERT.br (https://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações – Ceptro.br (https://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação – Cetic.br (https://www.cetic.br/), implementar e operar os Pontos de Troca de Tráfego – IX.br (https://ix.br/), viabilizar a participação da comunidade brasileira no desenvolvimento global da Web e subsidiar a formulação de políticas públicas – Ceweb.br (https://www.ceweb.br), e abrigar o W3C Chapter São Paulo (https://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br

O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (https://www.cgi.br/principios). Mais informações em https://www.cgi.br/.

Leia também:

Da Pré-História ao Futuro da Internet Brasileira

Vamos Superar esse Momento, mas Não voltaremos ao estado de Antes

A Hora e a Vez das Startups. Você está Pronto para a Jornada?

Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por  Weber Shandwick Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br