fbpx

RD Station investirá mais de R$ 100 milhões em P&D e aquisições

Líder no desenvolvimento de software de marketing e vendas para PMEs usará recursos para sustentar o crescimento acelerado nos próximos anos

A RD Station, desenvolvedora de software para PMEs e precursora do conceito de Inbound Marketing no Brasil, completa 10 anos com novidades – chegou a 25 mil clientes, mudou a marca visando a expansão internacional e acaba de anunciar um investimento de mais R$ 100 milhões para 2021 focado nas áreas de produto e engenharia.

O valor será destinado à pesquisa e ao desenvolvimento de produtos e à aquisição de empresas que complementem a visão de plataforma. Hoje, a RD Station possui dois produtos: o RD Station Marketing, ferramenta de automação de marketing líder na América Latina, e o RD Station CRM, voltado para a área de vendas, que controla e organiza o processo comercial de médias e pequenas empresas. Os dois conquistaram recentemente os primeiros lugares nas categorias Marketing e Vendas do B2B Awards, considerado a maior premiação do mercado de softwares no Brasil. 

“Os investimentos em P&D serão usados para melhorar as integrações com outras plataformas, expandir o uso de tecnologias para relacionamento com clientes e também análise de dados, como machine learning e big data”, afirma Bruno Ghisi, co-fundador e CTO da RD Station . “A ideia também é reforçar o talentoso time de desenvolvimento da empresa, que hoje conta com mais de 180 profissionais nas áreas de Engenharia, Produto e Design.” No total, a RD Station irá abrir 200 novas vagas em 2021, sendo 40% destinadas a profissionais de tecnologia. 

Nas aquisições, a RD Station vai em busca de empresas que possam tanto ajudar a expandir seu portifólio de produtos, como agregar capacidades e inteligência nos produtos existentes para facilitar a jornada de compra do cliente.

O objetivo da RD Station é repetir o sucesso da aquisição da Plug, startup mineira comprada em 2018, que transformou-se na plataforma RD Station CRM. “A Plug cresceu 13 vezes desde a compra. Queremos levar esse modelo de ‘startup dentro de uma scale-up’ para as outras empresas que eventualmente iremos adquirir”, afirma Guilherme Lopes, co-fundador e head de produto da RD Station.

Leia também:

Inteligência a Serviço das Cidades

A Hora e a Vez das Startups. Você está Pronto para a Jornada?

Inteligência Artificial: Ameaça ou Oportunidade? 


Este conteúdo de divulgação foi fornecido

Por  Nova PR Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br