fbpx

Grupo Boticário vai acelerar 13 startups com foco no varejo de beleza

Empresa divulga os 13 selecionados para a primeira turma do projeto GB Ventures – o braço do grupo para aceleração e relacionamento com o ecossistema de startups

O Grupo Boticário escolheu 13 startups em early stage para a primeira edição do GB Ventures, sua aceleradora de startups. De novembro a fevereiro, foram 137 inscritas e as eleitas foram aquelas que apresentaram mais alto potencial dentro dos três desafios propostos no anúncio de abertura de inscrições: Beautytech, Retailtech e Trendsetter.

Seis delas são dedicadas ao setor de beleza e apresentaram soluções de tecnologia em beautytech. Foram elas: Beauts, Bergamia, Feel, Hendrik, Meu Q e Pura. Em Retailtech foram duas: Flexsas e Minus. As outras cinco responderam os desafios em Trendsetter: Axondata, Be Beleza Tech, Beegol, Intless e PulpoAr .

Serão seis meses de aceleração, com muito conteúdo, mapeamento, pesquisa e desenvolvimento de soluções em conjunto com o Grupo Boticário. Ao todo, são sete módulos estruturantes que vão garantir uma visão transversal com inputs de branding, compliance, negócios e cultura da empresa, bem como conversas com nomes já consagrados no mercado para troca de experiências. Nas primeiras semanas do programa, as startups estarão focadas na fase de diagnóstico e mapeamento da jornada do consumidor.

“Estamos muito entusiasmados com esse trabalho conjunto e com o potencial de inovação e solução dos problemas que vamos desenvolver em conjunto com essas startups. O Grupo Boticário tem um parque de diversões para dar espaço para essas empresas se desenvolverem. Temos fábricas, armazéns, distribuição, canais próprios, canais terceiros, pontos de venda físicos, online, centro de Pesquisa & Desenvolvimento e etc. Somos 4.000 lojas e milhões de revendedoras e consumidores”, diz Daniel Knopfholz, VP de tecnologia do Grupo Boticário. “A reunião da nossa estrutura, somada à essa energia transformadora dessas startups, tem o potencial de gerar coisas incríveis para os nossos clientes”, continua. “As 13 selecionadas já apresentaram ótimos resultados em suas áreas e teremos muito a aprender com elas também”, conclui.

Conheça melhor as startups escolhidas:

Axondata: A Axondata tem como propósito tornar a Inteligência Artificial (IA) e o Big Data úteis e acessíveis de forma ágil e escalável para o mercado. O principal produto é a SOMMA, a primeira plataforma de IA e Big Data Analytics desenvolvida inteiramente na América Latina.

Be Beleza Tech: É uma escola de beleza de bolso que ajuda os consumidores a fazer makes, rotinas de skincare e beleza utilizando realidade aumentada. A tecnologia ajuda a personalizar a aplicação dos produtos de beleza para as características pessoais dos consumidores.

Beegol: A Beegol desenvolve modelos de machine learning que utilizam as bases de dados de clientes, complementadas por dados externos, com os quais enriquecem a base para fornecer recomendações de ações práticas para atingimento de um objetivo.

Beauts: Marca de clean beauty lançada em 2019. Beauts significa beleza plural, com produtos de skincare e bem-estar para cuidar da beleza fora e dentro. Suas fórmulas trazem ativos naturais e orgânicos do mundo todo.

Bergamia: Seus produtos são desenvolvidos levando em consideração três valores fundamentais: Beleza Limpa e Natural, Beleza Responsável e Beleza Criativa.

Feel: A Feel faz parte do segmento de sexual wellness e cria produtos naturais, veganos e saudáveis que atendem as preocupações e desejos das suas consumidoras. A empresa acredita que o autocuidado íntimo significa respeitar nossos corpos.

Flexsas: Surgiu como uma solução que oferta e interconecta os serviços de armazéns logísticos pelo Brasil, garantindo ocupação de suas estruturas e os conectando no contexto de operações flexíveis de warehousing e fulfillment para e-commerce de varejistas e indústrias.

Hendrik: Focada em produtos de beleza masculinos, cuida do homem que se preocupa e que cuida de si, do próximo e do ambiente em que está. Além de produtos naturais, veganos e sem testes em animais, a Hendrik oferece um espaço de experiência em São Paulo.

Intless: A Intless oferece uma solução de analytics que utiliza notas fiscais para ter uma visão centralizada de clientes. A startup resolve essa dor integrando e centralizando os dados de lojas físicas e canais digitais.

Meu Q: Formula produtos de hair care personalizados, que atendam às necessidades específicas de cada cliente utilizando um algoritmo e Inteligência Artificial. Os produtos são formulados combinando as informações do seu Quiz com os desejos e preferências da cliente.

Minus: O propósito da Minus é reduzir desperdício utilizando uma plataforma de gestão de vencimento e, ao mesmo tempo, para aqueles produtos próximo ao vencimento, escoar de forma inteligente e rápida a custo menor.

PulpoAr: Solução de try-on de produtos que utiliza realidade aumentada. A startup acredita que a realidade aumentada é um dos pilares do futuro e está expandindo seu roadmap para fazer o futuro acontecer mais rápido.

Pura: Glitter Biodegradável. Alternativa sustentável ao glitter plástico, o bioglitter é produzido pela Pura para evitar que milhares de toneladas de plástico sejam jogadas no lixo, poluindo rios e mares.

Leia também:

Vamos Superar esse Momento, mas Não voltaremos ao estado de Antes

A Hora e a Vez das Startups. Você está Pronto para a Jornada?

O Futuro pode Garantir Trabalho , mas não Emprego


Este conteúdo de divulgação foi fornecido

Por InPress Porter Novelli Cominicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br