Ypê doa R$ 1 milhão para construção de fábrica de vacinas do Instituto Butantan

Nova fábrica vai possibilitar a fabricação de 100 milhões de doses de vacinas e a independência do Brasil na produção do imunizante contra a Covid-19

A Ypê vai doar R$ 1 milhão para a construção de uma nova fábrica da vacina contra o novo coronavírus do Instituto Butantan. A doação feita à organização social Comunitas, que atua em parceria com o governo de São Paulo, irá ajudar na ampliação da produção de cerca de 100 milhões de doses da CoronaVac por ano. Além disso, a nova fábrica permitirá que a vacina seja nacional, sem a necessidade de importar a matéria-prima utilizada para no imunizante, o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA).

A Coronavac é fruto da parceria do Instituto Butantan com a farmacêutica chinesa Sinovac. Até agora, 40 empresas já doaram R$ 186,6 milhões para a viabilização da nova fábrica, que está sendo custeada integralmente pela iniciativa privada.

A nova unidade ocupará 7 mil m² e será quase quatro vezes maior que a atual fábrica do Instituto Butantan, que tem 1.880 m². Além da Coronavac, a planta terá tecnologia para produzir também outros imunizantes. A estimativa é de que a unidade esteja pronta em setembro de 2021 e que em dezembro seja capaz de produzir as primeiras doses da vacina para a população.

A Ypê formalizou a doação em reunião com o governador do estado de São Paulo, João Dória, e o presidente da InvestSP, Wilson Mello, em reunião do Comitê Empresarial Solidário e Econômico, neste dia 10/03.
“A Ypê acredita na união de forças como elemento essencial para o enfrentamento da pandemia. Por isso, nos engajamos em ações que façam a diferença no combate à doença e ajudem de maneira direta e solidária a população brasileira”, afirmou o presidente da Ypê, Waldir Beira Júnior.

A empresa, que sempre teve projetos de apoio à saúde, intensificou ainda mais suas ações solidárias no combate à Covid-19. Desde o início da pandemia, a Ypê já doou R$ 37 milhões em equipamentos hospitalares e itens de limpeza para instituições sociais e comunidades brasileiras, além de participar da construção de usinas de oxigênio no Amazonas. Em produtos da marca foram doados 3,3 milhões de frascos de álcool 70%, cerca de 360 mil produtos da marca e mais de 260 toneladas de sabão em barras.

A organização da sociedade civil Comunitas é a responsável pelo processo de doações, em parceria com a InvestSP, a Fundação e Instituto Butantan e empresas e entidades doadoras.

Até o momento, participam do processo: Amazon, Ambev, Americanas, Astellas, B2W, B3, Ball, Banco Daycoval, Bracell, Bradesco, BRF, BTG Pactual, Boticário, CCR, Comgás, Cosan, Raia/Drogasil, Fundação Casas Bahia, Fundo Social/Itaú, iFood, ISA CTEEP, JBS, Magalu, Mercado Livre, Minerva Foods, Novelis, Península, Rappi, Rede D´Or, Safra, Santander, Sinditêxtil, Sindusfarma, Stone, São Martinho, Vale, Votorantim, XP Investimentos, Ypê e 99 Táxi.

Leia também:

De uma hora para outra o Brasil parou e a Economia foi parar na UTI

Vamos Superar esse Momento, mas Não voltaremos ao estado de Antes

O que esperar dos Sistemas Financeiros durante e após o coronavírus?

Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por GBR Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br