fbpx

Conheça as estratégias das Fintechs para conquistarem o mercado

Fintechs crescem cada dia mais no Brasil e no mundo, exponencialmente. Garantir a segurança é claramente a chave de tudo, mas quais os outros segredos de sucesso dos Apps de Fintech? A Rocket Lab, empresa de tecnologia especializada em impulsionar a aquisição exponencial de usuários e atividades em aplicativos móveis, reuniu os 5 elementos essenciais para obter resultados satisfatórios neste mercado.

“Sabemos que ter o controle do seu dinheiro pode ser uma tarefa complexa, por isso acreditamos ser fundamental conhecer e mostrar que os aplicativos financeiros, sejam bancários ou fintechs, estão revolucionando o mercado do Brasil e da América Latina com soluções e práticas mais amigáveis ​​para resolverem os problemas do dia a dia”, diz Juan Echavarria CEO e fundador do Rocket Lab.

Confira abaixo:
5 estratégias básicas de sucesso para Aplicativos de Fintechs :

1) A primeira experiência do usuário é essencial

O aplicativo deve ser projetado para conquistar o usuário à primeira vista, isso vai além do seu apelo visual, deve considerar também a experiência do usuário: leitura fácil com uma tipografia adequada e bom contraste de cores, botão de tamanho adequado, menu acessível de opções, além de haver certa semelhança entre a marca e o aplicativo mobile.

“Certamente a experiência do cliente dentro do App é um dos pontos principais. É importante tangibilizar o produto, serviço e atendimento ao cliente. Se o usuário tiver uma boa experiência, fica mais fácil manter uma boa taxa de lifetime value, diminuição de churn, trabalhando uma estratégia de “member get member”. diz Raul Bacelar, Gerente Executivo de Marketing e Performance LATAM da Superdigital.

2) Personalização

2021 é um ano para os desenvolvedores de aplicativos se concentrarem na capacidade de responder às necessidades de seus usuários, conforme eles determinam como desejam interagir com seus bancos. Portanto, cada percurso de um usuário dentro do app deve ser personalizado, isso implica gerar o máximo valor possível para o cliente com o mínimo consumo de recursos. Os aplicativos Fintech e bancários devem oferecer um atendimento personalizado, onde o usuário possa interagir com um especialista com um único clique.

Além disso, deve-se levar em consideração a incorporação de novas gerações aos grupos de clientes, o que representa um desafio maior, embora não seja impossível.

3) Fidelização de seus usuários

Os bancos enfrentam pressão contínua para cortarem custos e competirem com novos aplicativos, os especialistas devem garantir uma experiência perfeita. Isso ajudará a equilibrar a retenção de clientes existentes, atrair novos usuários e melhorar o retorno sobre o investimento (ROI).

4) Atendimento in-app

Atualmente, a inteligência artificial pode ser usada para agilizar o atendimento ao usuário e oferecer os produtos de que eles realmente precisam, usando dados que os clientes concordam em compartilhar com o aplicativo para receber atenção mais personalizada. A consultoria digital também facilita a comparação de produtos e a demanda por mais serviços financeiros.

5) Campanhas

É necessário veicular campanhas com uma série de mídias pagas como Google, Facebook, Apple Search, entre outras, e diversas mídias publicitárias programáticas para atrair usuários de qualidade e reduzir o custo por aquisição.

Também é essencial fazer uso de plataformas que ajudem o app a se conectar com novos usuários que realmente agregam valor ao seu negócio. Isso também implica direcionar o aplicativo para o público certo para que os anúncios sejam relevantes e, assim, exponenciem seu alcance e atraiam novos usuários. Um exemplo desse tipo de plataforma é o Space, ferramenta desenvolvida pela Rocket Lab movida por uma plataforma de aprendizado de máquina que possui algoritmos preditivos.

Contexto fintechs

As empresas Fintech ajudaram a acelerar os processos de inclusão financeira em diversos setores da população, pois conseguiram criar produtos de fácil acesso para se tornarem aliados financeiros. Essa vertical de aplicativos se consolidou no Brasil e na América Latina como soluções tecnológicas para melhorar, personalizar e automatizar o acesso aos serviços financeiros.

Apesar de 40% da população latino-americana permanecer sem banco, as empresas de fintech oferecem grandes oportunidades de se estabelecerem como uma opção mais acessível em comparação com o que os bancos tradicionais oferecem. A nível global, as fintech são as aplicações financeiras que mais atraem e retêm os usuários, tanto na sua utilização como na sua permanência nos dispositivos móveis.

Leia também:

O que esperar dos Sistemas Financeiros durante e após o coronavírus?

Digitalização é palavra-chave para Empresas durante Pandemia

Blockchain: Uma Revolução Feita em Blocos

Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por Fresh PR Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br