fbpx

Sócios do Méliuz lançam livro em que contam os erros e fracassos por trás da jornada de sucesso no empreendedorismo

Na primeira semana de pré-venda, “Empreender: a arte de se f*der todos os dias e não desistir” foi o livro mais vendido pela Amazon, no Brasil

Escrito por dois empreendedores veteranos e que levaram o Méliuz a se tornar a primeira startup brasileira a abrir capital na bolsa, o livro “Empreender: a arte de se f*der todos os dias e não desistir” já conquistou o 1º lugar entre os mais vendidos da Amazon, ainda na pré-venda.


Na contramão de muitas obras da categoria, que ressaltam os grandes feitos e enfatizam as conquistas de empreendedores e suas empresas, neste livro, Israel Salmen, fundador e CEO do Méliuz, e Lucas Marques, COO do Méliuz, abriram mão do ego e resolveram revelar todos os erros, fracassos e aprendizados que tiveram ao longo de suas jornadas – e foram muitos.

“O nosso objetivo com o livro é compartilhar os erros que cometemos no início, não só para que outros empreendedores possam aprender com a nossa história – e ter insumos para tentar fazer diferente -, mas, principalmente, para que eles não se sintam solitários. No começo, erramos muito (continuamos errando depois também) e, por ninguém contar que isso é normal, acabamos nos sentindo problemáticos e muitos desistem”, explica Lucas Marques.

A realidade e as dificuldades de empreender são muito bem exemplificadas pelos autores, que abrem o livro contando sobre o Projeto Guerra, que talvez tenha sido o maior fracasso da história do Méliuz e que quase fez com que o sonho chegasse ao fim, em 2017. Além dessa, contam também sobre outras tantas situações que viveram (e erraram) e que fazem parte de empreender e que, muitas vezes, são motivos de erros e até de falência, como conflitos entre sócios, dificuldades em conseguir investimentos, problemas relacionados à cultura organizacional e como mantê-la em um time em crescimento.

Porém, mais do que as histórias e seus aprendizados, Lucas e Israel trazem à tona as reais motivações e sentimentos por trás dos erros – segurança demais ou de menos, empolgação excessiva, medo de ser copiado, priorização errada e tantos outros. “Resolvemos compartilhar nossas dores, sem filtro ou ego, para mostrar o quão desafiador é empreender. É claro que existem momentos de orgulho e de satisfação, mas, na maioria das vezes, angústia, medo e desespero acabam dominando e é preciso estar ciente disso antes de começar a jornada”, ressalta Marques.

O lançamento oficial do livro “Empreender: a arte de se f*der todos os dias e não desistir” será no dia 10 de Maio, mas a reserva na pré-venda já está disponível. Todo o lucro dos autores com a venda do livro será revertido para a Endeavor, uma organização global sem fins lucrativos com a missão de multiplicar o poder de transformação dos empreendedores.

Leia também:

Vamos Superar esse Momento, mas Não voltaremos ao estado de Antes

Digitalização é palavra-chave para Empresas durante Pandemia

Indústria de Bens de Consumo passa por Transformações

Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por  Piar Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br