Mulheres ocupam apenas 9% dos cargos de CEOs em empresas de TI mesmo com larga habilidade nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática

Embora as mulheres representem 39% da força de trabalho global e venham desempenhado empregos que exigem habilidades em ciência, tecnologia, engenharia e matemática, por décadas, elas representam apenas 25% da força de trabalho nessas áreas em todo o mundo e apenas 9% dos CEOs de empresas de TI. Os dados são do relatório Unlocking Women’s Leadership Through STEM Skills Programmes, do Boston Consulting Group, em parceria com o Fórum das Mulheres para a Economia e Sociedade.

A pesquisa, desenvolvida pelo BCG com aproximadamente 10.000 mulheres e homens, em 12 países do G20, integrantes e não integrantes das áreas de STEM (do inglês science, technology, engineering, and math), mostrou que a grande maioria das mulheres está ansiosa para adquirir novas habilidades que possam ajudá-las a progredir em suas carreiras.

No entanto, quase metade das entrevistadas disse que enfrenta obstáculos sobre diversidade de gênero onde trabalham – o dobro do número de participantes em cargos não-STEM. Os especialistas também descobriram que as mulheres em STEM têm limitações em todo o seu local de trabalho, incluindo as etapas de recrutamento, retenção, promoção e comprometimento da liderança.

Saiba mais sobre o estudo aqui: https://www.bcg.com/publications/2021/impact-of-skill-building-opportunities-women-in-stem

Leia também:

Digitalização é palavra-chave para Empresas durante Pandemia

Indústria de Bens de Consumo passa por Transformações

Vamos Superar esse Momento, mas Não voltaremos ao estado de Antes

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Jeffrey Group
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br