Plataforma aposta na tecnologia para avaliações em ensino remoto e espera dobrar crescimento para 2021

A Prova Fácil, startup de aplicação de provas, utiliza reconhecimento facial para manter a regularidade nas avaliações

Com os novos desafios enfrentados pelo setor de educação no último ano, a tecnologia se tornou a principal ferramenta para manter o sistema educacional ativo no ano de 2020. Para isso, empresas que apresentam tecnologias inovadoras fizeram parte desse processo de adaptação e ajudaram a continuidade da educação remota no país.

Para isso, a Prova Fácil, plataforma de armazenamento de avaliações, foi parte importante no processo de organização e segurança de provas nas escolas e universidades do Brasil e com base na tecnologia, manteve a qualidade de ensino.

“Muitas das iniciativas que utilizamos são importantes para manter a segurança e a integridade dos exames para os alunos e auxiliar as plataformas de ensino. Desde o reconhecimento facial, um software que impede a abertura de outras abas e também o leitor de gabarito, gerando oportunidades e condições iguais a todos e segurança para as escolas”, aponta Adriano Guimarães, CEO da Prova Fácil.

Além de um sistema seguro para os alunos, a plataforma é uma ferramenta importante para auxiliar na evolução dos sistemas de ensino. Utilizando com base nos resultados das avaliações, a Prova Fácil também emite um relatório contendo os principais pontos positivos e negativos nas avaliações, deste modo, contribuindo para a melhoria do sistema de ensino e o foco em matérias que os alunos não tiveram muito conhecimento armazenado.

Criada em 2012, a Prova Fácil veio ao mercado com o intuito de automatizar os serviços, proporcionar organização e inovação no sistema educacional. Com o aumento no ensino remoto em 2020, a empresa obteve um crescimento de 30% comparado a 2019 em um ano de pandemia e, para 2021, espera um crescimento de 100% com a maior procura do ensino remoto. A plataforma agora planeja manter o apoio às universidades, plataformas de ensino e seguir com foco na expansão para testes vocacionais, concursos públicos e processos seletivos em todo o Brasil. “Além de oferecer transparência e segurança ao sistema de avaliações, muito do nosso trabalho é também proteger e ajudar na evolução da educação do Brasil”, completa Adriano.

Em nove anos no mercado, a Prova Fácil atende empresas importantes do segmento educacional, com sua plataforma hospedando avaliações junto à universidade Cruzeiro do Sul, Fundação Bradesco, Centro Paula Souza e a Unit, uma das principais instituições de ensino superior do nordeste.

Leia também:

Digitalização é palavra-chave para Empresas durante Pandemia

Indústria de Bens de Consumo passa por Transformações

Vamos Superar esse Momento, mas Não voltaremos ao estado de Antes

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por MGA Press Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br