fbpx

Balança comercial de SP registra déficit de US$ 4,7 milhões no 1º trimestre


No primeiro trimestre de 2021, o estado de São Paulo apresentou déficit de 4.756,4 milhões de US$, ou seja, as importações (US$ 15.710,8 milhões) superaram as exportações (US$ 10.954,5 milhões). Em comparação ao mesmo período do ano passado, o déficit aumentou em 7,46%.

Segundo dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA), as exportações do setor de agronegócio do estado de São Paulo foram de US$10,66bi e as importações de US$15,71bi. O decréscimo de 14%, na balança comercial dos Agronegócios Paulista, é resultado das complicações que a pandemia da COVID-19 trouxe aos comércios e indústrias paulista.

No primeiro trimestre de 2021, os principais setores de exportação foram: Sucroalcooleiro (US$1,36bi, sendo que o Açúcar representou 86,1% e o Álcool 13,9%); Setor de Carnes (US$507,23mi, principalmente a bovina com 87,8%); Soja (US$438,08mi); Sucos (US$347,57mi, em especial o de laranja, com 97,2%); e Produtos Florestais (US$341,18mi). Os maiores compradores foram a China, União Europeia e Estados Unidos, locais com maior recuperação econômica.

Os principais produtos importados no setor de agronegócios foram: Papel (US$86,25mi), Trigo (US$79,07mi), além do Óleo de Dendê/Palma (US$65,97mi).

Portanto, além das dificuldades encontradas no mercado interno (conforme apresentado na análise da indústria, comércio e serviços), o resultado da balança comercial revela a continuidade do déficit registrado em 2020 (no acumulado do ano passado, o saldo foi de US$ -11.618,9 milhões), apesar do favorecimento da desvalorização do dólar, para as exportações, em especial do setor agrícola (conforme vimos na análise de inflação).

Confira o Boletim completo clicando aqui: https://www.fecap.br/wp-content/uploads/2021/06/1TRI21.pdf

Por Gabriella Batalha e Thamires dos Santos


Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP)
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br