É possível criar um negócio digital em trinta dias?

Série online em andamento mostra todos os passos e dificuldades em migrar do físico para o digital 

* Por Henrique Schmidt 

Muitos empresários que empreendem em mercados tradicionais  já perceberam que estar no mercado digital é o melhor caminho para garantir a sobrevivência de seus negócios e, posteriormente, gerar crescimento saudável e escalável para a empresa. No entanto, existem várias barreiras de entrada, porque não basta enxergar a necessidade de evoluir, é preciso saber como. 

O conceito de colocar um negócio físico no digital é um pouco abstrato, nós temos que simplificar essa ideia. Pensando nisso, passei a acompanhar o trabalho do Rodolfo Reynaga, que é empreendedor no ramo de Segurança e Informática em Minas Gerais. Depois que ele conseguiu automatizar o negócio dele, ficou muito claro que já estava tudo pronto para ele dar o próximo passo, que é entrar para o mercado digital e começar a atingir milhares de clientes.

Foi assim que decidimos lançar a série ‘Negócio Digital em 30 dias’ utilizando um caso real, onde oriento todos os passos para essa migração. O objetivo principal é fazer com que qualquer empresário, de qualquer ramo de atuação, possa se inserir de maneira sólida e consistente no mercado digital através de um caminho claro e prático.

Existem passos importantes para escalar um negócio, que percebi que são quase que unânimes a isso, conseguimos pensar em alguns caminhos para empreendedores que querem migrar para o digital:

1. O seu produto precisa resolver uma dor do cliente

2. Você precisa ter o seu modelo de negócio bem desenhado – saber onde começa a entrada do cliente e onde termina

3. Sua marca precisa ser forte e fácil de lembrar, por isso, preocupe-se com: o nome, o domínio do seu site, o serviço de hospedagem do seu negócio, crie um e-mail personalizado e tenha um sistema de pagamento seguro.

4. Seu negócio é digital e, portanto, precisa de tráfego – ou seja, criar um caminho para que seu lead chegue até você, transformando-se em um cliente

5. Seu produto precisa de uma oferta irrecusável 

Esses são alguns dos passos que estamos seguindo durante 30 dias para estruturar um negócio digital. Se você ainda não está convencido de que precisa escalar sua empresa, veja o que uma pesquisa feita pelo Serasa Experian mostra sobre os benefícios de quem já migrou. Quando o público de empreendedores pesquisados foram questionados sobre em quais aspectos o ambiente online ajudou nas vendas, a maioria (51,0%) sinalizou que atingir públicos diferentes foi a principal, seguida por ter mais exposição (44,8%), atingir novas regiões (34,5%) e atingir o mesmo público, mas em maior quantidade (29,7%).

Ou seja, é possível escalar um público, produtos, regiões, segmentar buscas e, com isso, produzir muito mais do que um negócio físico venderia. Tudo isso em 30 dias. Acompanhe o resultado da série aqui. 

*Henrique Schmidt é um empreendedor focado em Negócios Digitais. Foi responsável por colocar a Soliens, empresa de energia solar fundada em agosto de 2016, no ranking de melhores da América Latina. Além desta, Schmidt também lidera a Galact, uma startup de educação que disponibiliza conteúdo online sobre gestão empresarial e empreendedorismo. Fundada em abril de 2021, o objetivo até 2030 é impactar 1 bilhão de usuários.

Leia mais artigos da coluna Papo de CEO