fbpx

Plataforma online para aprendizagem de inglês profissional capacita gratuitamente alunos da Associação Voar

Slang firma parceria com entidade assistencial para capacitação de profissionais do setor de aviação como pilotos, mecânicos e comissários

De acordo com relatório da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), a estimativa é que o número de passageiros em voos comerciais chegue a 7,8 bilhões de pessoas até 2036. Com isso, a demanda por pilotos, mecânicos e comissários de bordo deve ficar em torno de 620 mil novos profissionais em todo o mundo, segundo a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO, na sigla em inglês). No Brasil, esse montante pode chegar a 7 mil, gerando uma escassez de mão de obra  qualificada. 

Rafael Iapequino, ex Googler é o Head de Marketing da Slang na América Latina e Country Manager no Brasil

Pensando nisso, a Slang, plataforma online para aprendizagem de inglês especializada em conteúdos profissionais e técnicos, firmou uma parceria com a Associação Voar para a capacitação de alunos que visam atuar no setor de aviação. 

A Associação, criada em 2019 pelos executivos da companhia aérea Azul, tem como propósito dar oportunidades para pessoas de baixa renda que desejam atuar como pilotos, comissários de voo ou mecânicos de aeronaves, mas não têm condições financeiras de iniciar os cursos de formação. Com essa ideia em mente, a instituição buscou a solução da Slang para preparar esses futuros profissionais com um curso de língua inglesa específica para a área. 

“Através do uso de Inteligência Artificial, a nossa plataforma é capaz de otimizar a jornada de aprendizagem dos alunos, com planos de estudos dinâmicos e otimizados, de acordo com a necessidade de cada usuário, departamento ou função, garantindo uma experiência hiper personalizada”, afirma Rafael Iapequino, Head de Marketing da Slang. 

Além disso, por existir uma grande parcela da população com pouco ou nenhum acesso a cursos de idiomas, a parceria tem como objetivo criar ainda mais oportunidades de inclusão e diversidade na área, já que a falta de um segundo idioma no currículo acaba sendo critério de corte durante o processo de seleção para cargos dentro da aviação civil.

De acordo com o coletivo Quilombo Aéreo , apenas 5% dos profissionais de aviação brasileiros são negros e pouco mais de 2% dos pilotos são mulheres, segundo a ANAC (Associação Naciona da Aviação Civil).

“Muita gente nasce em famílias humildes e não tem a mesma oportunidade que outras pessoas para investirem em seus sonhos, pois o valor das formações técnicas e de idiomas pode chegar a R$ 150 mil. Nosso desejo com a Associação Voar e a parceria com a Slang é transformar histórias, contribuir com a sociedade e fortalecer o mercado da aviação com profissionais qualificados que já estão estudando nas melhores escolas e plataformas de ensino do país. Estamos muito felizes em ter essa parceria que foi idealizada com tanto carinho e dedicação”, comenta John Rodgerson, presidente da Azul e mantenedor da Associação Voar. 

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Pineapplehub
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br