fbpx

Hubs de inovação ampliam a quantidade de agtechs no Brasil

Avance Hub realiza parcerias com Agtechs, que representam 11,8% entre os segmentos mais comuns de startups

A Coplacana é a única cooperativa do Brasil que possui um hub de inovação – o Avance Hub, espaço destinado à geração de novos negócios nos quais startups colocam em prática suas ideias, além de se conectarem com outras empresas com possibilidades de novos negócios e acesso a investidores.

O Avance Hub identifica novas tecnologias por meio da inovação aberta e promove parcerias com startups, como é o caso da Drop Agricultura, startup pioneira no desenvolvimento de pulverizadores e equipamentos para agricultura de precisão, e a @Tech, empresa especializada em monitoramento.

“Nos hubs de inovação, a prática de open innovation é comum, que ocorre quando os negócios colaboram entre si para criar produtos e serviços inovadores”, diz Mariane Natera, analista de inovação do Avance Hub.

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Startups (Abstartups) indica que o Brasil conta atualmente com mais de 12.600 startups ativas. Desse total, segundo estudo Radar Agtech Brasil 2020/2021, pelo menos 1.574 são agtechs, sendo que 48% delas estão localizadas no estado de São Paulo.

Especializadas em desenvolver soluções tecnológicas para o agronegócio, as agtechs representam 11,8% entre os segmentos mais comuns de startups, ficando apenas atrás das startups relacionadas à educação e bem-estar, segundo o Mapeamento de AgTechs 2021 da Abstartups.

“Está acontecendo uma mudança na visão do cenário agro. Dentro da inovação, é muito difícil não ver o agro atrelado à tecnologia. Ela atua em todos os setores da cadeia do setor, fora, dentro e depois da porteira”, diz Ana Flávia Carrilo, Coordenadora de Informações da Abstartups.

As agtechs se destacam pela oferta de serviços voltados ao campo, como a implementação de monitoramento e rastreamento da cadeia produtiva que abastece grandes centros urbanos. A Coplacana, com propósito de fortalecer o cooperativismo, reforça que o hub atua pautado nos interesses dos cooperados.

“Sempre buscamos as melhores soluções para oferecer aos cooperados e só conseguimos isso por meio da atualização constante. O nosso papel é entender quais são as necessidades e o que existe de disponível no mercado que possa atender ao que os associados precisam”, diz Klever Coral, superintendente de inovação da Coplacana.

O Mapeamento do Radar Agtech Brasil detectou que 223 startups receberam 388 tipos de investimentos ou participação de 78 diferentes incubadoras e aceleradoras, instituições que ajudam a fortalecer e preparar empresas para garantir a sua sobrevivência no mercado.

Na Coplacana, o processo de open innovation conta com importantes aliados, como é o caso da ESALQTec, incubadora tecnológica da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em Piracicaba.

Uma incubadora funciona como um programa de incentivo a novas empresas, dando suporte desde a disponibilidade de um espaço físico à mentorias técnicas. “Incubadora é um ambiente de inovação que apoia o desenvolvimento de projetos nascentes de base tecnológica, nas áreas de P&D – pesquisa e desenvolvimento e gestão. Atualmente somos referência mundial como incubadora do segmento agro zootécnico”, comenta Sérgio Barbosa, gerente da incubadora ESALQTec e consultor do Avance Hub.

Iniciativas como a da Coplacana, com o Avance Hub, e a incubadora ESALQTec, fazem com que as agtechs encontrem apoio para desenvolver um modelo de negócio de forma eficiente e trilhar seu caminho para o mercado comercial.


Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por Zaru Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br