Lojas físicas de produtos sem estoques são opção mais econômica para investidores

Com uma preocupação a menos, empresário não imobiliza capital e pode focar em ações que vão gerar mais resultados

São tantas as variáveis que requerem a atenção de um empreendedor, que qualquer custo ou responsabilidade a menos propicia mais recursos e tempo para dedicar-se às vendas e à busca de resultados. 

Um exemplo prático são os estoques. Preocupação comum para quem trabalha com o comércio de bens, eles exigem um grande investimento logo no início do negócio, em um momento em que o empreendedor precisa arcar com diversos outros custos como reformas, mobiliário, marketing e taxas. Além disso, os estoques exigem uma atenção constante com relação a reposição de itens, prazo de validade, realização de compras e armazenamento apropriado e seguro. 

Mas saiba que é possível empreender no varejo físico sem precisar se preocupar com estoque. Confira três empresas que são franqueadoras e operam nesse formato. 

Sleep House 

A Sleep House atende a um público consumidor variado e oferece 40 modelos de colchões de oito marcas internacionais, com diferentes preços, padrões e níveis de conforto. São três modelos de lojas franqueadas, com perfis diferentes de acordo com o ponto comercial onde a unidade será instalada, e com um mix de produtos que varia, adequando-se ao perfil do público na respectiva região. 

O investimento inicial para a abertura de uma unidade fica entre R$ 150 mil e R$ 300 mil, com faturamento médio entre R$ 80 mil e R$ 300 mil. Para a operação, as lojas exigem capital de giro reduzido, uma vez que os franqueados não necessitam de estoques. A remessa dos produtos se dá a partir dos centros de distribuição da franqueadora, em um prazo de até 72 horas — em alguns locais, com a possibilidade de entrega em 24 ou 48 horas. 

Investimento inicial: a partir de R$ 150 mil; Capital de giro: a partir de R$ 50 mil; Taxa de franquia: R$ 40 mil; Retorno estimado: 18 a 24 meses; Lucratividade: 8% a 12%; Funcionários: 2 a 5; Taxa de royalties sobre compras: 8%; Taxa de publicidade sobre faturamento: 1%. 

Orgânica 

A Orgânica é uma empresa com 30 anos de mercado que atua com produtos para o corpo e cosméticos. Com um investimento de R$ 100 mil e necessidade de poucos funcionários, a empresa também vende através do maior aplicativo de entregas do Brasil e possui uma variedade de produtos — todos naturais. 

O faturamento parte dos R$ 38 mil/mês. O modelo de baixo custo inicial e ausência de necessidade de estoque é um diferencial da marca. Os produtos são distribuídos sob demanda direto da fábrica. 

Investimento inicial: mínimo de R$ 100 mil; Capital de giro: R$ 12 mil; Taxa de franquia: inclusa no investimento inicial; Retorno estimado: 18 a 24 meses; Lucratividade: 8 a 11%; Funcionários: 2 a 3; Taxa de royalties sobre compras: 10%; Taxa de publicidade sobre compras: 1,5%. 

Abc da Construção 

A Abcdaconstrução é referência em acabamentos, com mais de 60 anos de mercado e lojas nos estados de MG, RJ, SP e ES. Com um investimento de R$ 200 mil, a marca pode chegar a cidades que não comportam uma megaestrutura.  

Contam com um sistema de logística que se compromete a entregar o material escolhido no endereço do cliente em até 48 horas, eliminando a necessidade de estoque ao franqueado. Além disso, a marca oferece uma baixa taxa de royalties e não cobra taxa de publicidade sobre compras. 

Investimento inicial: R$ 200 mil; Capital de giro: R$ 20 mil; Taxa de franquia: R$ 30 mil a R$ 50 mil; Retorno estimado: 18 a 30 meses; Lucratividade: 7 a 11%; Funcionários: 2 a 4; Taxa de royalties sobre compras: 3%; Taxa de publicidade sobre compras: 0.

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Economídia
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br