BNDES Garagem seleciona 20 negócios de impacto socioambiental em estágio de criação

Negócios receberão suporte necessário para validar as soluções no mercado durante três meses em programa totalmente gratuito

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) selecionou 20 novos negócios para o estágio de Criação do programa BNDES Garagem – Negócios de Impacto. A iniciativa, em parceria com o consórcio AWL (Artemisia, Wayra e Liga Ventures), tem o objetivo de contribuir para criação e aceleração de soluções de impacto social e/ou ambiental, estimulando o empreendedorismo e ajudando a desenvolver negócios com retorno positivo para a sociedade e o mercado.

Ao todo, 45 startups participarão do primeiro ciclo do programa. Além das 20 startups do estágio de Criação, no último dia 27 de setembro foram anunciadas outras 25 para o estágio de Tração. Do total de 1366 empreendimentos que se inscreveram no programa BNDES Garagem – Negócios de Impacto, 766 estão no estágio de Criação.

Para o diretor de Participações, Mercado de Capitais e Crédito Indireto do BNDES, Bruno Laskowsky, o programa tem cumprido com excelência seu propósito e é mais uma das iniciativas da instituição focada no impacto socioambiental. “Investir em programas como esse reforça o compromisso do BNDES em desenvolver o ecossistema do Empreendedorismo e a importância da agenda socioambiental no País”, avalia.

Os 20 empreendimentos que serão acelerados nesse estágio de criação buscam criar ou aprimorar um produto mínimo viável (MVP) e desenvolver soluções para desafios sociais, ambientais e de produtividade”, diz. “É importante destacar que metade dos selecionados são das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do nosso Brasil e que há uma participação relevante de empreendedoras mulheres.   Acreditamos que essa diversidade trará ganhos para o ecossistema de inovação e de impacto, além de contribuir positivamente para a vida dos brasileiros”, conclui Laskowsky.

Os negócios selecionados receberão todo o suporte necessário para desenvolver o MVP, validar a solução no mercado, lançar a startup e conquistar os primeiros clientes. Durante três meses, as startups selecionadas receberão apoio do BNDES, do Consórcio AWL e de parceiros do mercado, tanto para estimular seu crescimento, quanto para possíveis negócios e investimentos.

“O estágio de Criação foi pensado para quem está começando a empreender com impacto e precisa de apoio nos primeiros passos. Nosso objetivo é dar grande visibilidade às startups participantes, com possibilidade de conexões com potenciais parceiros, clientes e investidores”, explica Felipe Alves, Líder de Seleção do Consórcio AWL.

O BNDES Garagem – Negócios de Impacto oferece apoio de especialistas em aceleração de startups e acesso a conteúdos sobre inovação, empreendedorismo e impacto social, além de uma rede de mentores altamente qualificados. Os participantes também contarão com serviços gratuitos ou subsidiados e conexão com potenciais parceiros públicos e privados. Os empreendedores passam a fazer parte de uma rede de acelerados que conta com a metodologia e suporte de três instituições de renome no ecossistema empreendedor (Artemisia, Wayra e Liga), e ainda recebem a chancela do BNDES. Ao final do programa, haverá um prêmio de R$ 20 mil para a startup indicada como destaque.

Confira a seguir a lista completa das startups selecionadas:

ALTAMAXA startup fornece soluções para redução de custos de energia elétrica, aumento da segurança energética e redução das emissões de gases do efeito estufa. Ela criou o produto Ecoline®, que por meio da tecnologia IoT (Internet das Coisas) e um sistema 100% online, é capaz de medir, processar e analisar os dados de energia (água, temperatura, pressão, umidade e gás), entregando dados consistentes e seguros, em tempo real, além das projeções de consumo e análises potenciais de economia.

ApoenaEmpresa que atua no ramo de agroindústria e comércio de óleos vegetais, farinhas de mandioca e de frutas amazônicas. Localizada em Tefé, no coração do Amazonas, tem como missão valorizar as populações tradicionais desenvolvendo processos que agreguem valor aos produtos da região.

Catálise Social

A Catálise é uma startup de design participativo com foco em políticas públicas e negócios de impacto social. Utiliza um chatbot e automatiza a coleta de dados de cidadãos ao mesmo tempo em que torna diagnósticos, participação cidadã e monitoramento de políticas muito mais ágeis.

COGNVOX

Companhia formada por profissionais das áreas da psicologia, educação, ciência da computação e linguística, que presta serviço a pessoas com deficiência intelectual a partir de uma análise histórico-cultural. Por meio da ferramenta tecnológica COGNOX oferece pareceres psicopedagógicos para identificar os “gaps” cognitivos da pessoa, além de enviar atividades pedagógicas adequadas ao seu estágio de desenvolvimento intelectual e avaliar os avanços.

Direito Ágil

A companhia desenvolveu o Maria da Penha Virtual, um aplicativo web que busca facilitar o acesso da mulher em situação de violência doméstica à justiça e ampliar sua proteção. Tudo isso é feito por meio da automatização do pedido de medida protetiva de urgência e seu envio direto ao tribunal.

Humaniti

Plataforma digital para formar e desenvolver gestores educacionais, e professores, na implementação do Programa Educação Conectada (MEC). As funcionalidades do aplicativo estarão voltadas para a superação de três principais desafios: engajamento do ecossistema educacional nos municípios; desenvolvimento humano, técnico e metodológico dos profissionais; e tomada de decisão baseada em dados e evidências.

iGlicho

Oferece uma ferramenta completa para gestão e controle do diabetes, conectando médicos e pacientes por meio de um sistema de gestão do tratamento com recursos personalizados a cada usuário.

Luckie Tech

A startup tem como missão diminuir a taxa de mortalidade de crianças com câncer por meio da tecnologia. Por isso, desenvolveu um sistema inteiro em wearable (dispositivo), além de aplicativos e um painel, que monitoram sinais vitais da criança a cada 5 minutos, possibilitando que seja levada rapidamente a um hospital, evitando que um estado mais crítico ocorra devido a uma intercorrência.

Mapa Metodologias Ativas

Criada em 2017 com a proposta de construir formações educacionais baseadas em abordagens colaborativas e em metodologias ativas, contribui com espaços formais e não formais de educação para que, a partir da escuta e da empatia, sejam criados planos de ação que possibilitem uma inovação dos processos pedagógicos e formativos.

Meu Pé de Árvore

Faz a intermediação de investimentos no plantio de árvores por agricultores familiares, viabilizando a restauração de ecossistemas na Amazônia por meio da recuperação ambiental e implementação de sistemas produtivos de baixo carbono. Estimula a produção agroecológica de alimentos e de produtos da bioeconomia Amazônica, proporcionando a manutenção de importantes serviços ecossistêmicos.

Mudiê | Marmitas Veg

A partir de uma rede de fornecedores e otimização de processos, busca promover alimentação de qualidade e a custo acessível por meio da venda de marmitas veganas e vegetarianas. Com isso, contribui para uma alimentação sem carne, evitando a emissão de toneladas de CO2 na atmosfera. Ao mesmo tempo, gera renda extra para mulheres em vulnerabilidade socioeconômica.

OrgâniaA empresa conecta agricultores locais de alimentos orgânicos aos consumidores da cidade. Nesse processo de troca, estimula uma agricultura sustentável de alimentos sem agrotóxicos, além de remunerar agricultores a preço justo e facilitar o acesso a alimentos saudáveis produzidos localmente.

Que Chance

Escola de formação para jovens inquietos, a solução busca desenvolver  soft e hard skills por meio de uma plataforma digital com trilhas de aprendizagem gamificadas. Voltada para escolas que desejam oferecer uma educação inovadora e também empresas que visam formar seus jovens aprendizes, estagiários ou os filhos dos seus colaboradores para as demandas do século XXI.

Seu Plantão

O aplicativo agiliza a busca e divulgação de plantões médicos, potencializando o acesso a vagas em unidades públicas de saúde. Por meio da tecnologia, ajuda a desburocratizar, tornar mais seguro e simplificar o processo de prestação de serviço médico em unidades públicas.

Solo Líquido

A empresa criou um solo artificial com alta capacidade de retenção hídrica, que é utilizado de forma independente de solos convencionais, sendo capaz de minimizar o uso de recursos hídricos para produção de plantas de pequeno e médio porte e cogumelos comestíveis. Na prática, uma espécie de hidrogel disponibiliza água e nutrientes às raízes das plantas de forma gradativa.

Techtale

A startup ajuda terapeutas especializados em reabilitação pediátrica a treinar as habilidades motoras e cognitivas de seus pacientes, de forma lúdica e customizável, promovendo autonomia e melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Traço e Ato Reformas e Construções

A empresa oferece assistência técnica para reformas habitacionais, desenvolvendo projetos e orientando a compra de material, a execução e a contratação da mão de obra. Impacta assim diretamente na qualidade de vida das famílias assistidas, seja através da promoção de saúde, pela inclusão e empoderamento de seus membros a partir de uma moradia digna. Além de gerar o mesmo impacto na escala de comunidade por meio da geração de renda.

UrbanMap
Plataforma geoespacial que contribui com maior compreensão das vulnerabilidades do território com mapeamento e predição de eventos – criminosos ou não – e a indicação da alocação de recursos, com uso de técnicas de machine learning (aprendizado da máquina, da tradução do inglês). A solução tem como premissa mitigar impacto social negativo, apoiando-se na aplicação de recursos de forma mais eficiente.

Ver-o-FrutoA startup transforma os caroços de açaí em novos produtos com base na economia circular. O caroço que seria descartado passa a ser aproveitado na produção de produtos cosméticos, alimentícios e decorativos, agregando valor ao que antes seria um resíduo.

VoVsA startup criou um marketplace de ‘habilidades adquiridas com o tempo’. Com o objetivo de solucionar as necessidades de pessoas em home office, a VoVs conecta clientes interessados em produtos (como aquele bolo da vovó) com o público 60+. Essa atividade garante a geração de renda extra e a prática de habilidades que mantém o corpo e a mente saudáveis, minimizando a solidão sentida por muitos idosos.

Este conteúdo de divulgação foi fornecido
Por Imprensa BNDES
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br