Depender de apenas um produto ou serviço pode ser a ruína da sua empresa

*Por Alexandre Slivnik

Apostar em mais de um segmento do mercado tem se mostrado uma escolha sábia em tempos de crise e incertezas

Durante a pandemia diversos setores da indústria se viram obrigados a fechar as portas para que o mundo pudesse voltar aos trilhos. A Disney, por exemplo, teve que fechar seus parques durante 4 meses, gerando o que poderia ser um prejuízo incontável aos cofres da empresa. Poderia. Afinal, a Disney vem se consolidando cada vez mais em vários outros segmentos, como na indústria cinematográfica e no mercado do streaming.

Com o Disney+, serviço lançado pouco antes da pandemia, a empresa conseguiu manter suas contas no verde e ainda ter um bom percentual de lucro.

Isso se deve ao fato de a corporação ter seu foco em várias áreas da indústria, não dependendo apenas dos seus parques e resorts espalhados pelo mundo. A empresa do Mickey vem se expandido nos mais variados segmentos, principalmente no ramo do entretenimento, tendo em vista que nos últimos anos eles compraram a Marvel Comics, criando assim o Marvel Studios e todo um universo compartilhado de heróis no cinema, além da franquia Star Wars, que foi completamente rejuvenescida pela empresa. 

Esse tipo de estratégia faz com que as economias da Disney sempre estejam muito bem assessoradas, tendo em vista que se algum dos setores colapsar ou gerar prejuízo, terão vários outros ramos e segmentos que irão continuar colocando dinheiro no caixa da companhia.

E é exatamente isso o que você deve fazer na sua empresa, no seu dia-a-dia, visando uma estabilidade financeira e pessoal no longo prazo. Trabalhar apenas com um produto ou serviço, pode ser chave para uma queda brusca em momentos de crise que afetem justamente o segmento em que você atua.

Posso me usar como exemplo nesse caso, afinal, sempre realizei cursos e palestras de forma presencial e durante a pandemia eu tive que reinventar meu negócio completamente, disponibilizando todo o meu conteúdo de forma on-line e digital, enquanto realizava as palestras e cursos de forma remota.

Se eu tivesse me ajustado a essas tendências anos atrás, já pensando nas tecnologias que o mundo exige hoje em dia e que já estavam em ascensão antes da pandemia, eu poderia estar muito mais bem preparado durante esse momento complicado que o mundo viveu, com conteúdos já adaptados para as pessoas consumirem em qualquer lugar.

Esses exemplos deixam claro que depender apenas de um tipo de produto pode acabar te prejudicando em situações inesperadas. Pensar e se planejar a longo prazo é a forma mais saudável de gerir qualquer negócio, sempre tendo em vista que sua equipe é sua alavanca para o sucesso. Ou seja: cuide das pessoas que trabalham com você e ao seu redor, afinal se um ganha, todos ganham. Assim, mesmo em um momento de crise ou adversidade, você vai ter força e uma equipe engajada para resolver os principais problemas que vocês enfrentarem. 

Diversifique seus serviços e produtos, busque um caixa estável, pense no médio/longo prazo e engaje a sua equipe. Podemos dizer que esses são os quatro ingredientes fundamentais para o sucesso de qualquer empresa.

*Alexandre Slivnik é reconhecido oficialmente pelo governo norte americano como um profissional com habilidades extraordinárias na área de palestras e treinamentos (EB1). É autor de diversos livros, entre eles do best-seller O Poder da Atitude. É diretor executivo do IBEX – Institute for Business Excellence, sediado em Orlando / FL (EUA).

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Carolina Lara Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br