Porks foca em expansão nacional com previsão de abertura de 20 novas unidades em 2022

Com 27 unidades inauguradas desde o início da pandemia, a rede conquistou o mercado com um modelo de negócio internacional e rentabilidade anual de até 120% sobre o capital líquido

Muitas empresas sentiram fortemente os impactos da crise causada pela pandemia da Covid-19. O setor de alimentação fora do lar, por exemplo, registrou queda de mais de 50% nas vendas e um terço dos estabelecimentos fecharam as portas, de acordo com dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Por outro lado, empreendimentos que estavam com suas bases sólidas se mantiveram firmes durante o período e conseguiram, inclusive, expandir por meio de franquias.

Com capacidade e estrutura para se organizar e evitar perdas, a rede curitibana de bares Porks — Porco & Chope abriu 27 novas unidades e aumentou em 350% sua produção mensal desde o início da pandemia. O empreendimento iniciou 2020 com dez lojas espalhadas pelas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, trabalhando com 10 toneladas de carne de porco ao mês. Atualmente, já são 37 unidades, com entrada também na região Nordeste, e mais de 36 toneladas de proteína suína comercializadas mensalmente, totalizando aproximadamente 1.800 porcos.

osé Araújo Netto, fundador da rede Porks – Porco & Chope

Para José Araújo Netto, fundador da rede, a gestão estratégica do negócio foi o que garantiu sucesso neste momento de crise. “A microgestão dos gastos faz muito sentido para as pequenas e médias empresas, principalmente quando a inflação pressiona as margens do negócio”, aponta. De acordo com a consultoria LCA, a carne suína subiu 15,1% no último ano. “Quando os insumos para a produção sofrem alteração de preço, o impacto observado é a elevação do preço final ao consumidor. Ajustar o cardápio foi a alternativa que encontramos para não precisar cobrar mais dos nossos clientes”, explica.

Durante a pandemia, a rede adaptou o menu a fim de reduzir custos com armazenamento e pessoal. Para isso, a casa tirou de linha os ingredientes presentes num prato só e passou a trabalhar apenas com preparos deliciosos e de fácil consumo, que exploram toda a versatilidade da carne de porco, e aperitivos curingas, como batatas, sem deixar de lado os preços acessíveis (entre R$ 8 e R$ 18). “Só de bacon e torresmo, cada unidade Porks chega a comercializar 800kg ao mês, totalizando 24 toneladas em toda a rede”, destaca o empresário. Para 2022, as expectativas são de, no mínimo, 20 novas unidades abertas e faturamento bruto de R$ 50 milhões.

A expansão audaciosa planejada e iniciada já em 2020, mesmo durante a pandemia, se baseia em um perfil de empreendedor que ganhe menos de R$ 10 mil ao mês e tenha recursos disponíveis para investir em uma franquia pode começar uma nova vida na gastronomia. Nesse contexto, Araújo Neto cita 10 características que um futuro empreendedor precisa considerar antes de ingressar nesta vida: (1) senso de negócio; (2) capacidade de tolerância; (3) flexibilidade e capacidade de adaptação; (4) visão empreendedora; (5) habilidade para resolver problemas; (6) relacionamento interpessoal; (7) liderança; (8) questionador; (9) corajoso; e, por fim, (10) alta capacidade de aprendizagem.

“Desenhamos um modelo de franquia que dá mais liberdade ao franqueado, inclusive no marketing, já que há inúmeras diferenças sobre como fazer isso nas diferentes regiões do país, além de uma taxa fixa de royalties, baseada no padrão de mercado”, ressalta. “A carne suína voltou a ser uma tendência em todo o mundo. No Porks oferecemos preparos desenvolvidos com receitas exclusivas e muita excelência sem deixar de lado os preços acessíveis. Com essa fórmula democrática, estamos conquistando nosso espaço no mercado nacional”, complementa José Araújo Neto.

Atualmente, o Porks — Porco & Chope conta com unidades espalhadas pelas cidades de Curitiba (PR), São José dos Pinhais (PR), Colombo (PR), Cascavel (PR), Maringá (PR), Ponta Grossa (PR), Londrina (PR), Chapecó (SC), Campos dos Goytacazes (RJ), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Santos (SP), Praia Grande (SP), Campo Grande (MS), Sinop (MT), Goiânia (GO), Brasília (DF), Águas Claras (DF), Gama (DF), Samambaia (DF), Recife (PE) e João Pessoa (PB).


Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido

Por P+G Comunicação Integrada
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br

One thought on “Porks foca em expansão nacional com previsão de abertura de 20 novas unidades em 2022

Fechado para comentários.