Nas compras de final de ano, ganha quem oferece o menor tempo de entrega

Pesquisa global da Oracle Retail mostra que 56% dos consumidores entrevistados irão escolher o varejista com o menor tempo de entrega

Em mais um ano com grandes mudanças na vida e no comportamento das pessoas no Brasil e no mundo, o comércio foi altamente impactado com a mudança radical nos hábitos de consumo das pessoas. Uma pesquisa global realizada pela Oracle Retail mostra algumas preferências do consumidor em relação as suas compras de final de ano. O levantamento entrevistou 5.728 consumidores globais em setembro de 2021, sendo que 519 entrevistados eram do Brasil.

E apesar da pandemia ter prejudicado diversos negócios no mundo todo, muitas empresas conseguiram ganhar espaço no digital para encarar o desafio de se manter entre as diversas concorrentes. Com isso, ganha a empresa que conseguir se adequar melhor às mudanças dos clientes para atender às suas necessidades.

Uma das mudanças mais perceptíveis apontadas pela pesquisa foi o quanto os consumidores se tornaram mais impacientes para esperar uma compra chegar. Isso implica no resultado de 56% dos entrevistados afirmarem que o tempo de entrega é que definirá quais serão os varejistas que os consumidores irão escolher no futuro. Ainda sobre o tempo de espera, 46% dizem que atrasos inesperados no recebimento de bens ou serviços solicitados prejudicarão a experiência de compra, enquanto que 39% afirmam que se sentem atraídos por marcas e empresas com base na disponibilidade do produto.

Além disso, uma outra grande mudança no comportamento foi do crescimento na devolução dos produtos, no qual 43% das pessoas planejam realizar alguma devolução se acharem necessário. Já 63% dos entrevistados disseram que uma experiência de devolução ruim significa que eles não farão compras naquele varejista novamente.

A pandemia também foi um fator analisado pela pesquisa. Foi possível perceber que os consumidores estão se sentindo um pouco mais confiantes para realizar as suas compras de forma presencial, porém não tanto quanto antes da pandemia. 78% dos consumidores já se sentem confortáveis para realizar as suas compras em um shopping e 80% deles iriam realizar compras em um ambiente ao ar livre. Em relação as compras online, 45% dos consumidores ainda planejam utilizar a internet para realizar as suas principais compras, uma queda de 2% em relação ao ano passado.

Para o Rubem Minatogawa, diretor de Vendas para Customer Experience na Oracle América Latina, “a tecnologia é fundamental para auxiliar as empresas a se adaptarem a essas novas mudanças. Com ela, é possível não apenas melhorar o atendimento com os consumidores, tornando seu atendimento mais personalizado, como também melhorar a logística da empresa para acompanhar as necessidades de seus consumidores, que estão cada vez mais imediatistas em relação as suas compras”.

Confira a pesquisa completa clicando aqui.


Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido

Por Current Global
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br