Capgemini lança Quantum Lab dedicado e anuncia novo acordo com a IBM para avançar nas aplicações da indústria da computação quântica

Empresa assina acordo com a IBM para se tornar um IBM Quantum Hub, fornecendo aos seus clientes acesso aos sistemas de computação quântica da IBM, bem como serviços profissionais

A Capgemini anunciou hoje que criou um laboratório dedicado e uma equipe de especialistas em tecnologia quântica de todo o mundo para desenvolver capacidades e coordenar instalações de pesquisa voltadas ao avanço das tecnologias quânticas e à exploração de seu potencial. Além do trabalho da Capgemini para explorar Quantum Communications e Quantum Sensing, a iniciativa também inclui uma colaboração com a IBM para ajudar os clientes a construir e maximizar seus compromissos nas áreas de computação quântica.

O Quantum Lab da Capgemini (Q-Lab) é composto por especialistas em tecnologia quântica e instalações altamente especializadas no Reino Unido, Portugal e Índia, para aproveitar o potencial das tecnologias quânticas. O Q-Lab da Capgemini coordenará programas de pesquisa para desenvolver propostas de clientes voltadas para negócios de setores com maior probabilidade de se beneficiar das tecnologias quânticas no futuro médio — ciências da vida, serviços financeiros, automotivo e aeroespacial. Também conduzirá experimentos iniciais com clientes em suas jornadas quânticas e acelerará a construção de habilidades e capacidades internas.
 

Essa iniciativa aproveita a experiência de equipes técnicas especializadas dentro das equipes da Capgemini que já construíram capacidades científicas e tecnológicas em quantum, por meio de experimentação inicial e incubação com clientes.

Além disso, a Capgemini assinou um acordo com a IBM para se tornar um IBM Quantum Hub, fornecendo a seus clientes acesso aos sistemas de computação quântica da IBM, incluindo o recém-anunciado processador de 127 qubits da IBM, ‘Eagle’, bem como a experiência quântica da IBM e o Qiskit, kit de desenvolvimento de software de informação quântica de código aberto da IBM. Ao trabalhar com a IBM, a Capgemini se junta a mais de 170 membros da IBM Quantum Network, incluindo empresas da Fortune 500, startups, instituições acadêmicas e laboratórios de pesquisa, todos trabalhando para avançar a computação quântica e explorar aplicações práticas. Juntos, a equipe e os clientes da IBM Quantum estão pesquisando e explorando como a computação quântica ajudará uma variedade de setores e disciplinas, incluindo finanças, energia, química, ciência de materiais, otimização e aprendizado de máquina, entre muitos outros. Por meio desse contrato, a Capgemini facilitará o acesso dos clientes à tecnologia licenciada da IBM e fornecerá serviços profissionais para implementação de ponta a ponta. Pretende-se, em última análise, demonstrar, com protótipos e provas de conceitos, o valor potencial de alavancar tecnologias quânticas para lidar com problemas de negócios anteriormente intratáveis ​​para clientes, trabalhando para a implementação de casos de uso de computação quântica.

A tecnologia quântica vai revolucionar a forma como processamos, sentimos e nos comunicamos, e criará novas indústrias e modelos de negócios ao longo do caminho. O lançamento do nosso Q-lab demonstra de forma tangível nossa ambição de trazer aos nossos clientes as soluções mais inovadoras e revolucionárias e investir em recursos desde o início para que possamos nos tornar os principais integradores de sistemas quânticos”, disse Pascal Brier, Diretor de Inovação da Capgemini e membro do Comitê Executivo do Grupo. “Nossa colaboração com a IBM nos permitirá explorar o vasto potencial da computação quântica, trazendo aos nossos clientes os principais recursos e habilidades disponíveis no mercado hoje e amanhã”.
 

Estabelecer uma indústria quântica exigirá um foco profundo na expansão do ecossistema de computação quântica nos setores público e privado — algo que a IBM não pode fazer sozinha”, disse Jay Gambetta, IBM Fellow e VP, Quantum Computing da IBM. “Ao trabalhar com a Capgemini, os clientes têm ainda mais opções de experiência prática para desenvolver provas de conceitos para explorar o potencial da computação quântica em uma variedade de indústrias e negócios”.

O Q-lab se concentrará em três áreas de criação de valor para os clientes:

Quantum Computing refere-se ao uso de propriedades quânticas para realizar cálculos1. As principais áreas de aplicação são problemas que exigem otimização complexa, simulação ou aprendizado de máquina. As empresas que normalmente dependem de instalações de computação pesada, como design molecular em ciências da vida, dinâmica de fluidos no setor aeroespacial ou modelos financeiros estocásticos, estarão entre as primeiras a se beneficiar.

Quantum Communications envolvem a transmissão e o controle de informações usando as leis da mecânica quântica. As comunicações quânticas seguras podem ter um impacto imenso em áreas críticas para a ciência, indústria e segurança de dados. Além disso, pretende permitir que os clientes acessem o novo campo de possibilidades trazidas pelas tecnologias quânticas, em particular na computação confidencial, armazenamento e compartilhamento de dados.

Quantum Sensing refere-se à medição de estados quânticos, que são extremamente sensíveis a perturbações2. A detecção quântica sustenta os avanços em tudo, desde diagnóstico médico, transporte autônomo e indústrias inteligentes. Ele pode ajudar na medição de campos elétricos e magnéticos com precisão, medindo quantidades físicas em relação a propriedades atômicas e usando emaranhamento quântico para melhorar a sensibilidade ou a precisão.

A Capgemini vem acelerando a prontidão quântica de seus clientes por meio de soluções de consultoria, estratégia, engenharia e desenvolvimento algorítmico, alavancando sua rede Applied Innovation Exchange e suas equipes de engenharia, bem como parceiros de alianças de ecossistemas e rede de pares. O Grupo também foi recentemente contratado pelo Escritório Federal Alemão de Segurança da Informação, juntamente com Fraunhofer IAIS, para liderar um estudo em Quantum Machine Learning para segurança de TI.

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Ketchum Comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br