Acompanhando recorde nacional de Pix, empresas já realizam quase 100% de suas operações por pagamento instantâneo, segundo BS2

De acordo com o Banco Central, foram mais de 63,5 milhões de transações realizadas em apenas um dia

Na última quinta-feira (7), o Pix, meio de pagamentos instantâneos, bateu o recorde de operações realizadas no país desde seu lançamento em novembro de 2020, segundo dados divulgados pelo Banco Central. Ao todo, foram mais de 63,5 milhões de transações realizadas em apenas um dia. Para as empresas, essa tendência não é diferente. O BS2 contabilizou no mesmo dia o maior volume de operações Pix envolvendo PJs já realizadas, superando em 11% o recorde anterior, do dia 05 de abril. Foi a terceira quebra de recorde nesse mês.

“O Pix trouxe uma ampla gama de oportunidades para as empresas, e cada vez mais esse público tem percebido e se utilizado dele como aliado em sua rotina financeira. Além disso, o reaquecimento da economia tem refletido de forma direta nesse aumento. A tendência é que esse número continue crescendo fortemente”, afirma Gilberto Gomes, responsável Técnico pelo Pix e Open Finance no BS2. Hoje, praticamente 100% dos clientes PJ já utilizam frequentemente o Pix como meio de pagamento.

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Jeffrey group comunicação
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br