fbpx

Cultura organizacional: saiba o que é e quais os tipos existentes

A cultura organizacional é um conjunto de elementos que influenciam o clima de um negócio, essa cultura é importante para os negócios porque ela guia e alinha os comportamentos dos colaboradores nas suas funções de trabalho.

Ela se destaca como um método que visa a competitividade. Para isso, o planejamento estratégico é importante para que você defina como sua organização se posicionará e se diferenciará perante o mercado.

Para usá-la como um método competitivo, é necessário compreender o que é e como funciona. Além disso, você deve identificar os tipos existentes em uma empresa para, assim, promover mudanças.

Sendo assim, preparamos este texto para que você saiba mais sobre esse conceito e como aplicá-lo em sua companhia. Boa leitura!

O que é cultura organizacional?

A cultura organizacional é uma reunião de hábitos, crenças, valores e comportamentos compartilhados em um negócio, tudo isso forma seu conceito e essas características determinam uma identidade na organização.

Ou seja, elas definem como será o processo de otimização e condução dos negócios. Inicialmente, ela se constitui pelos valores do seu fundador e, ao longo do tempo, molda-se por meio das interações e processos compartilhados pelos envolvidos na empresa.

Uma das maiores referências teóricas da cultura organizacional é o livro “Organizational Culture and Leadership”. Essa obra foi escrita pelo psicólogo Schein e retrata a forma como a cultura representa para grupos e empresas do mesmo modo que caráter para indivíduos.

Qual a importância da cultura organizacional?

A cultura organizacional é o reflexo da ética e da moral que a organização tem. Assim, ela quem orienta de modo natural os percursos a seguir. É ela quem direciona as decisões e prepara seu negócio para o futuro.

Outra questão relevante da presença da cultura organizacional é o desenvolvimento do capital humano. Por ser um alinhamento moral e ético, ela mostra aos colaboradores quais são as expectativas da corporação e qual a maneira de agir.

Tudo isso sem desconsiderar as peculiaridades individuais, e respeitar o posicionamento de cada envolvido no negócio.

A presença dessa estrutura otimiza também a competição saudável, como também apoia as metas pessoais enquanto busca sanar as necessidades da sua empresa.

Com isso, o resultado será um local bem mais agradável, ao mesmo tempo que esse ambiente se tornará mais produtivo. Sua equipe deixará de se preocupar com questões externas e, dessa forma, passarão a se dedicar em tarefas importantes.

Quais os tipos de cultura organizacional?

É fundamental que os gestores conheçam as diferentes correntes de Cultura organizacional. É importante ter em mente que não há propostas consideradas corretas ou erradas, e sim fortes e fracas.

Isso tudo vai depender do objetivo alinhado com as ações adotadas em sua empresa. Aquelas com culturas mais fortes são as consideradas mais bem-sucedidas, visto que são capazes de desenvolver a estratégia com melhor eficácia.

A seguir, veja algumas delas que você pode desenvolver no ambiente de negócios.

Cultura de mercado e de pessoa

A cultura de mercado é direcionada na geração de resultados, com atenção especial à concorrência e à execução de tarefas.

A cultura de pessoas preza pelas estruturas horizontais, nas quais elas são os bens mais preciosos da empresa. Nessa situação, deve-se valorizar os negócios e os relacionamentos interpessoais com funcionários, clientes e sociedade.

Cultura adaptativa

Aqui valoriza as novas ideias e a individualidade dos envolvidos em seu negócio, isso proporciona a eles um aumento da liberdade na tomada de decisões e descentralização da gestão.

A cultura adaptativa preza pela ação e transformação, a fim de ampliar as possibilidades de adequação em mudanças de cenário.

Cultura de papéis, de poder e de hierarquia

Essas correntes apresentam princípios comuns, que são referentes à hierarquia organizacional e centralização nos líderes para as devidas tomadas de decisão. Elas são diferenciadas em:

  • Papéis: metodologia burocrática em que os profissionais exercem atividades operacionais e reportam-se aos gestores com base na eficiência;
  • Poder: alta concentração estratégica e funcional no papel do gestor;
  • Hierarquia: parecida com a cultura de papéis. O objetivo é na eficiência e estabilidade, não oportunizando abertura a mudanças.

Esses modelos são bem comuns, porém é necessário atentar às características da empresa. Por exemplo, um negócio que está atrás da inovação e alinhamento às tendências, dificilmente terá sucesso ao utilizar essas correntes.

Cultura de clã e cultura de tarefa

Nessas culturas, o alicerce é um comprometimento coletivo com as metas da organização. Na cultura de clã, a estrutura é mais familiar, com construção colaborativa e mentores.

Na cultura de tarefa, o direcionamento são as pequenas equipes especializadas em solucionar demandas específicas.

Como definir a cultura organizacional em seu negócio?

Primeiramente, é preciso que a cultura organizacional seja adotada pelos líderes de uma empresa. Eles têm o papel central na difusão desse conceito entre os colaboradores. Assim, é importante estimular fatores como a motivação, feedback, clareza nos processos etc.

Após a definição dos valores de uma organização, é necessário atribuir o que se espera dos colaboradores. Aqui a cultura organizacional se liga à contração de profissionais que correspondam determinado perfil.

A rotina de trabalho também possibilita reforçar as crenças e valores dos colaboradores da companhia. Isso quer dizer que é preciso investir na capacidade diária de conviver dentro dos valores compartilhados pela empresa.

Por fim, é preciso desenvolver o sentimento de pertencimento por parte dos profissionais. Isso acontece quando eles se envolvem com a proposta da sua empresa, adotando o sucesso do negócio como parte do sucesso pessoal.

Conclusão

Como você percebeu, a ideia da cultura organizacional é mostrar a sua importância para as organizações, além de seus diversos tipos. Além disso, ela apresenta grandes benefícios para os negócios.

Esse é um tema de grande relevância, sendo considerado como fundamental para o desenvolvimento das atividades.

Por isso, você deve compreender quais são os posicionamentos da sua organização e, assim, começar a implementação e alinhamento da cultura organizacional.


Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por Netlinks 

e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br