fbpx

ABF Expo: Mr. Cheney alavanca expansão com dark kitchens e lojas para aeroportos e shoppings

Rede de cookies tipicamente americanos planeja abrir 30 dark kitchens e 25 lojas físicas nos próximos dois anos levando a rede a superar a marca de 130 unidades em operação no começo de 2023

O Mr. Cheney, rede de cookies tipicamente americanos, retorna com novidades a ABF Franchising Expo, maior feira de franquias do mundo que ocorre de 22 a 25 de junho no Expo Center Norte.

A rede acaba de lançar um novo modelo de negócio, o de Dark Kitchen, ou seja, com foco apenas em delivery e sem salão. A outra novidade é um plano focado na expansão em aeroportos pelo Brasil, além dos tradicionais shoppings. A meta da rede é inaugurar 30 dark kitchens e 25 lojas físicas nos próximos dois ou três anos superando as 130 unidades em operação. Com isso, o Mr. Cheney projeta fechar 2022 com um faturamento de cerca de R$ 90 milhões.
 

Estamos aproveitando dois movimentos do setor para alavancar nossa expansão. De um lado, houve um boom de delivery com o consumidor tendo integrado com mais força esta opção a seu dia a dia. De outro, as franquias sem ponto comercial também cresceram muito a fim de atender esta demanda com maior eficiência e agilidade. Na feira, vamos buscar candidatos de todo o País alinhados aos valores da marca e que também identifiquem este potencial em seus respectivos mercados”, afirma Johannes Ayres Castellano, sócio-diretor do Mr. Cheney.
 

No modelo dark kitchen, o franqueado não possui um ponto de atendimento ao público, trabalhando apenas com o delivery, principalmente via marketplaces. Com isso, o investimento inicial é consideravelmente menor, cerca de R$ 47 mil, tendo uma operação mais simplificada também.
 

Esse modelo visa regiões em que não estejamos fisicamente, mas que tenham uma boa estrutura e demanda por delivery. Por exemplo, acreditamos que o modelo tenha boa aderência para regiões metropolitanas ou bairros residenciais sem grandes shoppings”, explica Castellano. Atualmente, a rede tem duas unidades no modelo dark kitchen em operação.
 

Em outra frente, o Mr. Cheney identificou sete aeroportos no país com potencial de abrir uma loja ou quiosque da marca. Com o arrefecimento da pandemia e a retomada do setor de turismo, trata-se de um ponto comercial com alto movimento e com consumidores com alto poder aquisitivo.
 

A proposta do Mr. Cheney se encaixa bem para este momento: doces recém assados, com ingredientes de qualidade e receita americana para aguardar o embarque, acompanhado das bebidas favoritas. Além disso, há boa disponibilidade de pontos e em condições mais atrativas. Muitas vezes, além de consumir no local, as pessoas ainda levam um pack para consumir em casa ou ao longo da viagem”, explica Castellano.
 

No ano passado, a rede inaugurou uma unidade no aeroporto de Viracopos que vem performando bem e levou o franqueado a considerar abrir unidades em outros terminais. A rede oferece oportunidade em outros aeroportos como Porto Alegre, Curitiba e Goiânia. Além disso, o Mr. Cheney continua com oportunidades em shopping centers e outros centros comerciais em todo o País.

Este conteúdo de divulgação comercial foi fornecido
Por 
DFREIRE Comunicação e Negócios 
e não é de responsabilidade de revistaempreende.com.br