fbpx

Culinária japonesa ganha contornos característicos no Brasil

Hoje em dia uma das gastronomias mais populares em São Paulo, e no resto do Brasil, é a gastronomia japonesa. Diversos são restaurantes que oferecem pratos de origem japonesa, seja em rodízios ou por delivery nas grandes cidades. A preferência entre os clientes adeptos da culinária nipônica que pedem por delivery é o sushi, iguaria essa que aumentou 106% em vendas desde o início da pandemia de Covid-19. Mas não foi sempre que esse nicho gastronômico foi tão popular.

A história da gastronomia japonesa no Brasil data da virada do século XIX para o século XX, quando os primeiros navios chegaram ao porto de Santos, trazendo mão de obra oriental para substituir a força de trabalho dos recém-libertos da escravidão. Com isso, o Brasil se tornou o país com mais japoneses fora do Japão, sendo a lavoura de arroz, principalmente nos anos 1930, a maior atividade laboral dos imigrantes, o que colaborou para a expansão natural da cultura e culinária japonesa no país.

No entanto, como acontece com todos os povos em diáspora, a miscigenação cultural faz com que haja necessárias adaptações e incorporações de uma cultura para com a outra, criando novos elementos. Esse é o caso dos diversos pratos japoneses muito apreciados no Brasil, mas que não fazem muito sucesso no próprio Japão ou foram tão modificados que acabaram se tornando mais brasileiros do que japoneses.

Um dos clássicos da comida japonesa do Brasil é o temaki de salmão com cream cheese ou os sushis feitos com couve, tomate seco, goiabada e cream cheese. Tais iguarias podem parecer muito estranhas para um nativo do Japão. Márcio Koji Ikawa, sócio-diretor da rede de restaurantes Misoya, diz que um prato que faz sucesso no Brasil, por exemplo, é o ramen vegetariano, mas no Japão não é muito procurado. “Pratos que fazem sucesso no Japão, são ramens bem encorpados, eu diria até um pouco gorduroso. Seria o ramen com adicional de manteiga. O temaki é muito consumido aqui no Brasil, porém, não é tão consumido no Japão”, afirma Márcio Koji.

Segundo o empresário, o temaki no Brasil é muito consumido em restaurantes, mas os japoneses consomem mais em suas residências, mas mesmo assim não é tão comum. Márcio acredita que o okonomiyaki, um prato típico de Hiroshima e Osaka, semelhante à pizza, é elaborado com muitos legumes e fatias de carnes, muito consumido no Japão e pode virar tendência aqui pelo Brasil.

Márcio Koji aponta que para que os pratos tenham autenticidade e o sabor mais próximo possível do original, é importante que os ingredientes sejam de boa qualidade e vindos diretamente do Japão. 

Para saber mais, basta acessar: @misoyabrasil