fbpx

Projeto Jovem Chef capacita jovens da periferia para a área gastronômica

Os bares e restaurantes da Região Metropolitana de Campinas (RMC) vêm sofrendo dificuldades na hora de contratar. De acordo com dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) Regional Campinas, a cada 10 restaurantes, quatro buscam e não conseguem encontrar profissionais especializados.

Visando solucionar essa questão, principalmente para atender a demanda no período de reabertura do comércio e capacitar jovens e adolescentes, o Movimento Assistencial Espírita Maria Rosa, promove, em parceria com a Fundação FEAC por meio do programa Juventudes, o Projeto Jovem Chef.

O objetivo é explorar a gastronomia como uma ferramenta de inserção social aliada a formação de mão de obra qualificada, oferecendo gratuitamente noções básicas de gastronomia a jovens de 15 a 24 anos para inserí-los no mercado de trabalho e incentivá-los a empreender nesta área. Com conteúdo amplo e completo e grade curricular equivalente ao do primeiro ano de um curso universitário, o Jovem Chef tem aulas guiadas e práticas sobre cortes, higiene, manipulação de alimentos, legumes, caldos e bases, molhos e massas, carnes, peixes e frango; saladas e grãos, bolos básicos e decorados, panificação, entre outros temas.

Segundo Tatiane Zamai, líder do programa Juventudes, os projetos do programa voltados ao mundo do trabalho têm como premissa ampliar as possibilidades de escolhas dos jovens a partir de suas potencialidades, habilidades e desejos, fomentando novos espaços para o trabalho, o empreendedorismo e oportunidades para construção de seus projetos de vida.

O projeto Jovem Chef atende jovens da região dos Amarias, das comunidades do São Marcos, Santa Mônica e outros bairros, localizados em Campinas, e de cidades vizinhas como bairro do Matão em Sumaré, que buscaram o projeto não apenas para o curso de Chef, mas também para outras atividades voltadas ao empreendedorismo.

A Rede Vitória Hotéis, proprietária de cinco empreendimentos hoteleiros e diversos restaurantes, iniciou uma parceria com o projeto Jovem Chef, inicialmente oferecendo módulos de aulas online no período mais rigoroso da pandemia. Com isso, passou a admitir os jovens, com idade entre 18 e 24 anos, para o cargo de jovem aprendiz. Um já foi contratado definitivamente e outros dois participantes do projeto por um ano e meio nos hotéis do grupo.

O projeto Jovem Chef atende jovens das comunidades do São Marcos, Santa Mônica e Matão, localizadas em Campinas, que buscaram o projeto não apenas para o curso de Chef, mas também para outras atividades voltadas ao empreendedorismo.

“No nosso caso, abrimos as portas como oportunidade para o setor que atuamos, que são os hotéis e restaurantes. Temos consciência que é algo importante para os jovens, pois abre novas perspectivas e inserção no mercado de trabalho, além de capacitação para uma área que enfrenta grande dificuldade de mão de obra”, afirma Marcos Brocchi, gerente de Recursos Humanos da Rede Vitória Hotéis.